terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Ourostópolis

Estava no caminho entre Holambra 2 e Itararé. Paramos para tomar uma tubaina em um bar, comer um doce e relaxar um pouco,pois a viagem ainda seria longa. Descemos em Itapeva, e começamos a conversar.notamos que a menina que atendia no bar estava tocando um piano e cantando,muito bonita a música. Pegamos uma Tubaina e sentamos na frente do bar, nisso notamos uma placa, escrito “Itapeva (flecha pra direita)Itaí (seta pra esquerda) e Ourostópolis. Ourostópolis? Ficamos curiosos pra saber o que significava.
Perguntei para a menina que nos atendeu no boteco, mas ela falou que não sabia,e ninguém ali em volta também sabia. Ela falou que foi o dono de uma casinha de madeira que morava ali no território onde a placa estava cravada, ele chamava-se César. Fui até a casa,mas ele estava no quintal, conversando com um amigo.
Me apresentei e perguntei a ele sobre a placa,ele me contou a história toda.

- Eu fundei esse bairro, Bairro do Cercadinho. Tinha esse nome porque eu fui o primeiro morador daqui e cerquei minha casa com arame, ai começou a chegar mais gente. Começou a ser chamado de Cercadinho. Ajudei a fundar a escola, eu que montei a primeira escola daqui com uns amigos. Montei as ruas, dividi algumas propriedades pra dar lugar pra rua ,pras pessoas passarem. Só que eu acho que deveria mudar o nome do lugar,é um nome velho, e o mundo hoje está muito mudado. Eu já viajei por muitos lugares do Brasil, e vi que tem muita cidade com o nome alguma coisa “Polis”. Achei que alguma coisa relacionada ao ouro traria boa sorte ou riqueza pra cá. Ai coloquei a placa ali de Ourostópolis.(...) Eu coloquei essa placa porque todo mundo vai ficar querendo saber o que é Ourostópolis, todo mundo que mora aqui quer saber da placa,mas até agora ninguém teve coragem como vocês de vir e perguntar. Mas não conta pra ninguém não ta,deixa as pessoas daqui descobrirem sozinhas.

- Ok Seu César, seu segredo está bem guardado conosco,daqui dessa região ninguém ficará sabendo.
Perguntei a ele o nome completo, é César Teodoro de Oliveira, ele não se lembra a idade e não possui RG. “Já tive,mas não tenho mais não” sobre o RG.
Ele mora em uma casa de madeira), faz mais de 40 anos que mora ali. A casa foi aumentando com o tempo,ela já oi de outra forma,mas ainda permanece com aquele tom rústico e absurdamente simples.
O mais surpreendente de tudo isso é o fato de Seu César é muito feliz com a vida que tem, com a casa e tudo o que rodeia ele
“ Não preciso mais que comida e um teto pra me proteger da chuva com paredes pra barrar o vento. Vivo aqui há muito tempo, trabalhei com os holandeses em Holambra II, mas é aqui que eu gosto. Aqui é minha cãs,meu bairro e todos os meus amigos.”
Pois é,vimos ali um homem simples que nos provou que luxos são apenas luxos,precisamos apenas de comida, abrigo e AMIGOS para ter uma vida boa. Realmente um homem sábio...

Nenhum comentário:


Contador Grátis