sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Televisão. A imagem da besta

Ontem cheguei do trabalho e fui comer na frente da TV. Antes não tivesse ido. Estava passando o José Luiz Datena, um ótimo comunicador por sinal, porém um tanto sádico.

A pauta em sí era uma operação da Polícia Militar nas favelas do Jardim Pery, Periferia da Zona Norte de São Paulo. A operação era pra capturar um ssaltante, que atirou dentro d euma farmácio ou padaria, não lembro exatamente.


O problema era o entusiasmo de Datena na hora de falar da entrada da Polícia na favela. Ele enfatisava a maneira que a polícia deveria entrar no local “ Vamos lá, mete bala gente, vamos matar os bandidos(...) mete a borrachada que eles merecem”.


Infelizmente esse mesmo comunicador esqueceu que a favela também é lugar de gente digna, que muita gente alí não está porque quer, está morando em um lugar precário por falta de opção. Senhor Datena, ali tem muito trabalhador, muita gente honesta pra polícia chegar metendo bala...Uma pena o senhor não falar com tanta euforia quando um político é condenado...ou quem sabe uma operação dessa no Senado em Brasília...seria glamuroso!

Contador Grátis