sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Em buraco de cobra, tatu caminha dentro?

Eu sabia que meu post anterior iria fazer barulho. Vieram emails e comentários gigantes...Porém nada levo em consideração. Afinal de contas, quem sabe o que eu sinto? Quem sabe o que eu passo?
Bom, alguns têm leve ideia, alguns acham que sabem...
Paro por aqui, ontem foi um desabafo.

Ontem à noite encontrei um pessoal e fui jogar pôquer. Bem legal, jogo com amigos, rock n roll e risadas. Ficamos até as 3 da manhã na jogatina.

Aqui em Marília o baralho é dominante. Em todo canto tem gente jogando, de domingo junta todo mundo pra jogar buraco, pôquer, truco... todos os tipos de jogos carteados para passar o tempo!

Lá em SP não via muito isso não. Via na escola, em que era mais útil mesmo jogar do que ver uma aula sobre nomes IUPAC´s durante 8 meses letivo.

A sim, estive estudando o caso PC Farias. Em breve, colocarei um texto sobre sua morte. Bem interesante!

Um comentário:

Rose Dayanne disse...

Sim colega, sou formada! Tem um ano q terminei o curso...
e vc? és jornalista profissional também?

Ah, sobre post... aqui também o baralho anda predominando... principalmente as rodadas de truco...


Contador Grátis