quarta-feira, 17 de março de 2010

Blecaute


Não fico aflito por saber que nada sei. O que é? De que? De onde veio? São perguntas cujas respostas não me interessam. O tempo não precisa ser medido; essa frase tem ficado muito tempo na minha cabeça.
Não existe diferença entre verdade e mentira, nem a possibilidade de encontrar o bem e o mal. Não sei porque catso comecei a pensar nisso.
Há muito tempo não dou uma risada. Nem choro. As palavras não significam nada. Meu corpo se curvou para frente, desiludido. Não consigo entender o sentido da minha vida. E isso não me comove mais.
Os homens fizeram a sua própria história, mas não imaginavam onde iriam desembocar. No principio, o céu e a terra eram fenômenos divinos, e só. Em seguida, a Razão, a Ciência encontraram teorias que os definissem. A luta da humanidade era explicar o inexplicável.
Hoje... meu corpo se curvou para frente, desiludido. DANE-SE! Lembro-me de uma música que falava “Tudo, tudo, tudo vai dar certo...” e acho engraçado. Nada deu certo. Já me falaram de uma nova era. Já me falaram do universo em expansão. Mas nada deu certo. Nada.

5 comentários:

Anônimo disse...

Está fatalista e negativista demais. Precisa de uns picos...rs...Te apruma guri! faça dos limões uma gostosa limonada! Tudo, no final, dá certo! Se não deu ainda é pq não chegou ao final!

Anônimo disse...

Mas estes teus textos estão melhores a cada dia.

Rose Dayanne disse...

isso mesmo, faça dos limões uma limonada.. hehhee

Jean disse...

Lora, não busque definições mas sim percepções!

marisacindio769 disse...

Existe sim uma grande diferença entre mentira e verdade...Seu momento é de aprendizado...O fato de acordar todos os dias já significa que deu certo.
BJs


Contador Grátis