domingo, 11 de julho de 2010

Casório e (falta) educação

No sábado teve casamento do Gustavo, repórter do DIÁRIO, o primeiro amigo que tive aqui na cidade.

Foi muito bonito, festa em uma chácara, cuja celebração nunca havia visto. Casamento ao ar livre é muito mis bonito que em igreja.

Enfim, bem bonito,principalmente a trilha sonora. A dama de honra e o carregador de anéis entraram com "Aquarela" do Toquinho. O gustavo entrou com bob Marley e a Michelle com Elvis. Os noivos sairam ao som de "Forever" do Kiss.



Festança boa demais, ótimas pessoas e muita diversão. Isso resumiu o casamento. Hoje teria um almoço, mas acordei quebrado de ontem, então resolvi apenas terminar de escrever minha peça e ver a final da Copa do Mundo.



Educação



No casamento, encontrei o Guilherme, repórter do Diário. Ele defendeu o PSDB como "a salvação da Terra", e que Mário Covas foi um gênio, pois ele fez a educação melhorar.



Além de rir por mais de meia hora, ele certamente não viu a reportagem do maravilhoso(sic) programa dominical "Fantástico", das organizações Serra.



No estado de São Paulo, a rede ESTADUAL de ensino, do fundamental até o ensino médio, temos apenas 38% dos professores de Física formados em Física. Em Química o problema é maio ainda. O Estado conta com 26% de formados dando aula.



Na entrevista, uma diretora diz que isso é um fato que vem desde 1999(gestão PSDB) no estado. "São 11 anos de problema de falta de professores qualificados. Já tivemos até professores de MATEMÁTICA dando aulas de BIOLOGIA".



E isso acontece por um simpels motivo. Além de baixos salários, professores da rede pública sofrem com agressões e ameaças em muitos casos. Outro faotr é que, raramente, ouvimos as pessoas falando que querem dar aulas, ser professor do Estado. "O estado não apoia a educação e nunca vai apoiar. Desde que o PSDB entrou na gestão estadual, nenhum ano passou sem que professores façam alguma manifestação, greve ou repúdio por conta de alguma atitude. Não somos contra o partido PSDB, somos contra o que eles deixam de fazer pelos professores e ajudando a parte rica da sociedade", afirma Luiz Marinho da Costa, da APEOESP de Marília.



Agora quero saber onde os militantes do PSDB(pausa para o riso) veem a boa educação no estado, e além disso, queria conhecer um militante do PSDB que estudou na rede pública.

Vamos ver se as pessoas vejam que o "Zé Pedágio" só fodeu com o estado, que o "picolé de Chuchu" é mais um boneco do partido, e que o "Principe dos Sociólogos" não se mate no seu apartamento em Higienópolis, bairro de trdição do PSDB.

Nenhum comentário:


Contador Grátis