terça-feira, 31 de agosto de 2010

Produção...ô podução!!!


Foi incrível... Sério, foi algo surreal e que eu não imaginava ter sido tão bom.

Tudo começou há pouco mais de um mês, quando o Márcio, diretor da Escola Livre de Artes de Marília, anunciou que iríamos promover o terceiro sarau da escola. Até ai tudo bem, mas a coisa começo a tomar uma proporção muito grande.
A Paula Mello, fotógrafa da escola começou a ter ideias e mais ideias para o sarau. Primeiro nos assustamos com o número de atrações que ela planejava. Depois, a coisa começou a ficar mais concreta.
Eu fiquei responsável pela assessoria de comunicação do Sarau. Atender e jogar tudo para a imprensa. Convenhamos, não foi um trabalho fácil. Começou esse trabalho no dia 7 de agosto, quando lançamos a inscrição para o sarau. Jornais já soltavam notas, o site começou a receber mais visitas e materiais chegavam de vários lugares do Brasil e do mundo(explico isso mais abaixo no decorrer do texto).
No dia 7 de agosto, tivemos a primeira aparição na TV, no programa Marília Mulher, o de maior audiência da cidade, transmitido pela TV Marília. Lá, a Mayra, apresentadora, deu um espaço muito bom, maior do que para seus anunciantes. Afinal, ela como apresentadora também faz uma arte. Ou vocês acham que fazer um programa ao vivo não é uma arte?
Depois foi a correria da logística e das atrações. A que teve a maior repercussão foi a Sticker Art, arte feita com adesivos. Recebemos materiais do Rio de Janeiro, de Marília e região, da Holanda, Canadá, Finlândia(que eu e a Paula achávamos que só havia gelo, Nightwish e Stratovarius lá), Austrália e EUA. O que nos surpreendeu foi o estúdio de artes de Hollywood, que nos mandou bastantes coisas. Esse estúdio é da Kate von D, do seriado de tatuagens e, entre outras aparições, SCI e American Idol.
Na semana do evento, essa última que passou, dormir foi um luxo. Organização de espaços, contato com os artistas, lançar coisas nos jornais, receber imprensa, coquetel de lançamento...que correria.
Na sexta-feira, ficamos eu, a Paula e o Eduardo arrumando a escola até às 5h da manhã. Sendo que 11h estávamos na escola arrumando as coisas no sábado.
No início do Sarau, pouca gente esteve presente e o lançamento da revista Café Espacial foi feito meio que as moscas. Bom pra Lídia que pode falar melhor porque estava entre amigos.
A coisa começou a encher umas 17hs. Mas falarei mais do ponto alto, o cover de Elvis, heheheh. Um pouco de egocentrismo de minha parte, foi o que roubou parte da cena. Eu, o Alexandre e o Márcio nos vestimos com perucas e óculos escuros para tocar Elvis. E não é que a galera cantou, dançou tudo junto? Foi bem legal, não esperava uma recepção dessa. Resultado, um dos coordenadores do bar underground “Cão Pererê” nos chamou para fazer umas 15 musicas em seu bar. Bacana.
Fechamos o sábado com apenas uma hora de atraso. Para um evento que durou quase 11horas e o número de atrações, todos viram que uma hora de atraso não era significativo. Tanto é que o publico ficou até o final.
No domingo, a coisa foi mais pesada. Fechamos à rua, teve confusão por conta de um bêbado que não queria a rua fechada. Esse mesmo bêbado era nada mais do que o presidente do sindicato dos bancários de Marília, além de funcionário do BB. Bom, na frente de todo mundo, esse senhor me ofendeu demais, e logicamente cabe um processo ali. Mas um infeliz, bêbado, em um domingo a noite que ano está com a família, logicamente já tem infelicidade demais na vida dele. Um dia ele pegará um cara de cabeça quente e irá apanhar feio.

Enfim, a programação foi grande. Teve pirofagia, teatro de rua, grafite, descotecagem, hip-hop, e fechamos com chave de ouro com a peça “Sincretismo”.

Fazer esse sarau não foi fácil. Pessoas que estavam para ajudar não ajudaram, sobrecarregou muita gente, estressamos todo mundo, fomos estúpidos com quem não deveríamos ser, mas mesmo assim, a coisa funcionou. Tanto é que todo mundo elogiou a organização, todo mundo gostou das atrações e certamente o próximo será ainda maior.
Logo menos passarei o link para as fotos e os vídeos que serão postados no youtube.
Viva a arte, viva o movimento artístico de nossa cidade.

3 comentários:

Anônimo disse...

POis é...parece que as coisas começam a acontecer na sua vida...e bem longe de sampa!

Prepare-se que tem mais coisas a caminho, filho!

Anônimo disse...

Pedrinho.. Querido que trabalho vc teve, mas tenho certeza q te deixou feliz master.. nussa... imagino como tenha sido proveitoso e sei q suas palavras são até poucas pra descrever a grandiosidade do evento.. oiá q esse narigudo é danado.. dali Elvis... estou sempre por perto, tu sabe.. hehehe... parabéns...
Eu, azul...

Fabrício Godoi disse...

Uma pena que essas iniciativas dependem de tão poucas pessoas. E é uma pena maior ainda que sejam restritas a cidades com ambiente universitário, especificamente das faculdades de humanas. A troca - seja artística, acadêmica, cultural, social - deve ser sempre incentivada e esses eventos são os melhores lugares/momentos para a troca. Parabéns. E da próxima vez me chame!


Contador Grátis