segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

O manto sagrado: Quando as camisas de times perdem a tradição

As camisas de times antes era um manto sagrado. Tinhamos todo o cuidado do mundo com elas, guardavamos em local especial e ai de quem colocasse a mão sem permissão.

As camisas de times eram ótimas de se colecionar. Tinha a versão do campeonato estadual, a do nacional e ,apra os times grandes, da Libertadores e outros torneios internacionais.

Porém essa prática está mudando com o passar dos anos. Hoje é impossível colecionar a camisa de seu clube do coração, pois a cada jogo ela muda.

Vamos ver o porque eu falar isso.

Vejo que de uns cinco anos apra cá, as camisas tornaram-se um balcão de anúncios. Vejamos a camisa do Corinthians.

Os patrocinios estão em todo canto. Se não fosse de praxe deixar o escudo do time(que tem três cores, por isso não deve ser denominado alvinegro) ninguém conseguiria encontrá-lo. Os anúncios estão até no sovaco da camisa, que deixou de ser um manto para se tornar uma peça publicitária.

Veja se é possível colecionar a camisa de uma temporada do clube. Impossível,não? A não ser que você seja um grande gastador com o clube…

Outro clube que está na mesma é o São Paulo. Ainda mais agora, com a contratação do Rivaldo e não tendo tanto apelo midiatico como o Corinthians e o Flamengo,o clube parece uma página do jornal SuperNotícias(BH) ou do Agora(SP). Anúncios jogados, espaço da camisa a venda até no avesso.

Lembro de muitos anos que o São Paulo foi patrocinado pela IBF e pela TAM. As camisas mudavam a gola, a manga,mas no geral eram mudanças para colecionar e não para agradar.

O Palmeiras seguiu anos com a Parmalat(ou foi o contrário?) e as camisas mudavam a cada temporada. Ora listrada, ora lisa, ora gola alta,ora sem gola… Certamente os Palmeirensses nessa época colecionavam a camisa pelo número nas costas. Hoje em dia seria vergonhoso isso.

Com a contratação de Ronaldinho Gayúcho, o Flamnego virou também um balcão de anúncios. O que antes era batavo,agora tem BDMG, Natura…daqui a pouco estará estampado “Vende-se Bike. Tratar com negao do morro dos Macacos”.

Mas tem um time que se salva. Dos grandes, o único. O Santos está muito bem não só no campo,mas fora dele também. Diretoria arrumada, dividas sendo quitadas e um patrocinio de primeira. A camisa do Santos nessa paulistão merece o maior destaque entre os grandes. Sim, o Santos realmente está tratando sua camisa como um manto. Mesmo tendo Ganso e Neymar, com salários altos, o Santos colocou em sua camisa apenas o logo da WWF, Ong de defesa dos animais. Mais ainda, o logo é um nanquim de um urso panda, em Preto e Branco, combinando assim com o manto do clube.

Portanto, deixando as paixões de lado, o único time que realmente honra sua camisa hoje é o Santos. Como o Pelé sempre falou “O amor à camisa é mais importante do que qualquer dinheiro que entra em caixa”. E o Santou soube muito bem aproveitar isso.

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

İşçileri önce yoksulluk ezmiş

Ankara'nın Beypazarı İlçesi'nde TIR'la çarpışan minibüsün taşıdığı işçilerin cenazeleri memleketleri Mardin'in Mazıdağı ilçesine bağlı Karaalaan, Gürgöze ve Ömürlü köylerinde gözyaşları arasında toprağa verildi.

15 LİRAYA ÇALIŞIYORLARDI
Ölen 11 mevsimlik işçilerin cenazeleri ardından 11 ayrı dram ortaya çıktı. Sekiz çocuğunden beşini kazada kaybeden Meryem Eyebe yoksulluk nedeniyle 8 yıl önce Beypazarı'na göç ettiklerini söyleyerek 'Okutamadığım çocuklarım koltukları olmayan minibüste tahtalar üzerinde işe gidiyordu' diye feryat etti. Minibüs ile tırın çarpışması sonucu ölen işçilerin günlük yevmiyelerinin 15-20 lira olduğu öğrenildi.

Bebek bekliyordu
Kazada kızı Neşe'yi (19) kaybeden baba Hasan Ekinci, kızının 3 aylık hamile olduğunu belirterek 'Günlük 20 lira yevmiye ile zor şartlarda çalışıyorduk. Her yıl bizim gibi çok sayıda tarım işçisi kazalarda yaşamını yitiriyor. Keşke işimiz olsaydı da köyümüzden ayrılmasaydık. Acımız büyük' dedi.

Kimsesiz kaldı
Kaza Çakar ailesinin küçük oğlu Hakan'ı ailesiz bıraktı. Annesini, babasını ve kız kardeşini kaybeden Çakar 'Ailem ekmek parası için tarlalarda çalışıyordu. Okula gittiğim için minibüste yoktum. Lise ikinci sınıfta okuyorum. Bu kaza beni annesiz, babasız ve kardeşsiz bıraktı. Tüm ailemi kaybettim' dedi.

Ps. Você não fala Turco? Que pena,não vai entender o que está escrito,Fala ai Rodrigo e Igor???

Você está ficando velho

Começo esse post falando alçgo muito sério. Como as pessoas estão ficando com hábitos de velhos mais cedo. Isso é sério,vejo isso desde São Paulo.

Em São Paulo, um grande amigo meu não saia para nada. Antes, ele até ia no Mirante de Santana, na Praça do Colar…depois de um tempo, nem isso mais fazia. E a desculpa era sempre a mesma. “Poxa, ralei pra caramba, estou muito cansado”. Ele deveria ter uns 27 anos nessa época.

Não apenas com ele. Muitos do que conhecia não iam ao teatro, por exemplo, de graça no final de semana porque trabalhou a semana toda e quer “descansar” para a próxima semana. Ai passam os dias, as semanas,os meses…e em um ano, as pessoas só trabalharam e ficaram em casa.

Será que é isso que quero pra minha vida? NEGATIVO.

Vejo algumas pessoas que trabalhei que, nos dias de folga, ficavam apenas em casa. Que raio de vida é essa que só se trabalha e dorme? Está ai uma vida digna de ser jogada fora. Por qualquer pessoa.

Eu trabalho de madrugada, e percebi que nós, da madrugada, temos uma vida um tanto mais saudavel das pessoas do dia. Por que?

Bem, trÊs vezes por semana, vamos ao parque Mangabeiras de Belo Horizonte para jogar futebol, alguns peteca, outros corrida e natação. Além disso, no período noturno, fazemos exercícios no intervalo do trabalho, para dar uma esticada e tudo mais.

Percebi que hoje as pessoas envelhecem mais cedo. As pessoas hoje, quando saem, querem ficar em uma mesa,servida por garçons, batendo papo com amigos e vedo a vida passar. Para ir até uma padaria pegam o carro. É muito chato isso.

Muitas pessoas me criticam porque mudo bastante decidade. Para saber:
São Paulo – SP
Varginha - MG
Diamantino – MT
Bandeira do Sul/Poços de Caldas – MG
Marília – SP
Belo Horizonte – MG

A próxima ainda não decidi.

Mas recebo criticas por que?

Porque a sociedade quer tudo nos padrões. Igual a televisão quer o padrão Globo, a sociedade quer o padrão cristão de se viver. Trabalhar, para ter uma casa, um carro, um filho, para ter uma família para se matar de trabalhar para sstentar tudo isso pra depois morrer…sem ter aproveitado nada.

Não quero ter filho. Pelo menos não penso nisso pra minha vida. Simplesmente porque não tenho responsabilidade nem comigo, quanto mais com um outro ser humano. Coitado do Sid, meu cachorro aqui de BH. Está,junto comigo, comendo arroz,feijão com farofa,cebola e pão.

Mas mesmo passando por tudo isso,apertos e tudo mais, sou muito fgeliz,e tenho muito mais bagagem cultural, conhecimento e vida VIVIDA do que meus amigos que se matam de trabalhar pra comprar um carro, para levar a namorada para uma balada e ter um relógio que marca a hora de três países diferentes.

E vejo que a maioria desses meus amigos, gastam todo o dinheiro no carro, com a mulher,e ficam por isso mesmo. A mesma conversa de sempre, nunca lhe contam algo de novo, ou se contam é algo vago que não vai influenciar você em nada.

Desculpe-me, mas idade não significa nada. Conheci um casal em Tiradentes MG, de uns 60 anos, que estavam viajando por Minas Gerais. Eram de Curitiba. E eles faziam o role de Minas em uma espécia de mochilão. No ritmo deles,lógico, mas precisam ver que coisa mais legal. Eu e minha namorada (na época ) adoramos eles. E até hoje trocamos alguns e-mails. Eles agora estão fazendo planos para Manaus. Viu só que legal?

Tempo nunca é o problema. Tem um livro, chamado “Meu pé que me leva pelo mundo. O barato de viajar só, com pouca grana e curtindo muito”, de Verônica Farias. (Blog da Verônica)

Ela mostra como as pessoas não têm ideia de que podem sim,conhecer o mundo todo com pouca grana. Podemos fazer isso em férias, e dinheiro não é o problema, pois a gente escolhe entre gastar R$50 em uma noitada(se você não morar em uma capital) ou guardar para aproveitar mais a vida.

Enfim,um desabafo porque hoje recebi uma crítica sobre essa minha maneira de vida. A mesma que recebia de uma pseuda lá de Marília, mas que não conhecem nada do mundo…nem mesmo o mundo em que vivem!!!

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Veja essa III

Recebi tantas críticas por não gostar do factóide Veja que preciso colocar essa nota.

Seguinte. Não li a matéria da revista sobre o desastre do Rio de Janeiro, mas só ler esse repúdio contra a revista do Serra que dá para entender o que é a falta de respeito perante a desgraça alheia.

NOTA CONJUNTA DE REPÚDIO

O PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, A DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, A OAB/RJ, POR SUA 9ª SUBSEÇÃO, O MUNICÍPIO DE NOVA FRIBURGO, O DIRETOR DO IML-AP/RJ E O DELEGADO DE POLÍCIA TITULAR DE NOVA FRIBURGO, vem apresentar nota conjunta repudiando a matéria publicada na Revista Veja, edição 2200, ano 44, nº 03, de 19 de janeiro de 2011, em especial, o conteúdo do último parágrafo de fls. 54 até o primeiro parágrafo de fls. 56, em razão de seu conteúdo totalmente inverídico, conforme será esclarecido a seguir:

1) Inicialmente, cumpre esclarecer que em momento algum os corpos da vítimas fatais ficaram sobrepostos uns sobre os outros no Instituto de Educação de Nova Friburgo, local em que foi montado um posto provisório do IML, em razão da catástrofe que assolou toda esta região, mas sim acomodados separadamente lado a lado no ginásio do Instituto;

2) O acesso ao referido Instituto foi limitado às autoridades públicas e aos integrantes das Instituições inicialmente referidas, sendo certo que o ingresso dos familiares no local para a realização de reconhecimento somente foi permitido após autorização de um dos integrantes das mencionadas instituições e na companhia permanente do mesmo;

3) A liberação dos corpos para sepultamento somente foi autorizada após o devido reconhecimento efetuado por um familiar, sendo totalmente falsa a afirmação de que “ao identificar um conhecido, bastava levá-lo embora, sem a necessidade de comprovar o parentesco”. Frise-se, que mesmo com o reconhecimento, foi realizado posteriormente procedimento de identificação pelos peritos da Policia Civil do Estado do Rio de Janeiro, bem como de outros cedidos pela Polícia Civil de São Paulo, pela Polícia Federal e pelo Exercito Brasileiro, estes por intermédio da Secretaria Nacional de Segurança Pública, com a análise da impressão digital, do exame de arcada dentária e exame de DNA;

4) Ademais, cada um dos falecidos foi colocado em uma urna e sepultado individualmente, não existindo qualquer tipo de sepultamento coletivo, mas sim vários sepultamentos individuas e simultâneos no mesmo cemitério;

5) Em meio a infeliz perda de 371 vidas, somente neste Município de Nova Friburgo (até presente momento) é importante registrar que houve apenas 03 (três) casos de divergência dos reconhecimentos feitos pelos parentes, os quais estão sendo devidamente esclarecidos pelos peritos do IML/Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, através do exame das impressões digitais, das arcadas dentárias e do exame de DNA.

Assim, ao contrário do que a narrativa contida na matéria publicada leva o leitor a concluir, não houve uma feira livre na busca e no sepultamento de corpos, mas ao contrário, um trabalho sério realizado por profissionais exemplares, dedicados e comprometidos em minimizar, naquilo em que era possível, o sofrimento da população local, e ainda preservar, dentro das possibilidades existentes, a ordem e a saúde pública.

Aliás, o respeito pelas famílias e pelos corpos dos cidadãos falecidos não permitiria que os mesmos fossem tratados pelas autoridades da maneira descrita pelas jornalistas.

Assim, é com extremo pesar, que em meio a um evento trágico e que entristeceu a todos, tenhamos que vir a público repudiar as inverdades publicadas, de cunho meramente sensacionalista, a fim de evitar que o desserviço gerado pela matéria venha a causar mais prejuízo, sofrimento e comoção aos familiares das vítimas e a toda nossa comunidade.

Nova Friburgo, 21 de janeiro de 2011.

Paulo Vagner Guimarães Pena
Juiz de Direito
Dirigente do Fórum e do 9º NUR-N. Friburgo
Matrícula 21.121
Fernando Luis G. de Moraes
Juiz de Direito
Matrícula 29.813
Gustavo Henrique Nascimento Silva
Juiz de Direito
Matrícula 27.318
Hédel Nara Ramos Jr.
Promotor de Justiça
Coordenador Regional do Ministério Público
Matrícula 1.287/MPRJ
Dermeval Barboza Moreira Neto
Prefeito do Município de Nova Friburgo
Marcelo Barucke
Defensor Público
Coordenador Regional da Defensoria Pública
Matrícula nº 817.882-4
Carlos André Rodrigues Pedrazzi
Advogado – OAB/RJ nº 59820
Presidente da 9ª Subseção da OAB/RJ
Rômulo Luiz de Aquino Colly
Advogado – OAB/RJ nº 110.995
Vice-Presidente da 9ª Subseção da OAB/RJ
Sérgio Simonsen
Perito Legista
Diretor do IML-AP/RJ
Matrícula 872.246-4
José Pedro Costa da Silva
Delegado de Polícia de Nova Friburgo
Matrícula 823.230-8

Todos os caminhos levam para a Afonso Pena

Se quem tem boca vai a Roma, quem tem o cartão do BHBus vai até a Afonso Pena.

Olhando o mapa da cidade e vendo o itinerário dos ônibus, percebi que é dificilse perder em BH. Quer dizer, é dificil não chegar ao centro.

Mesmo não sendo a avenida principal da cidade, praticamente toda a frota de ônibus de BH para pela Afonso Pena. Mas lá chegando, fica fácil demais se perder. O cidade confusa viu…



Tá rolando um festival de teatro aqui em BH. Chama-se “37ª Campanha de Popularização do Teatro”. Os ingressos variam de R$5,00 até R$12,00 com direito a meia-entrada. O problema é que os inteligentes organizadores colocaram todas as peças no mesmo horário. Ou seja, se alguém se interessa em vir até BH para ver teatro, terá que ficar bons dias para aproveitar tudo.

As peças são ótimas, mas esse negócio de tudo no mesmo horário é complicado.



E a Doro cancelou o show de BH. Alias, a terrível produtora resolveu colocar o show dela no Rio ao invés de BH. Resultado, se no Kiss foram 12 mil pessoas, quero ver se na Doro terá um público maior de 12 pagantes. O Queensryche não colocou mil pessoal dentro do ClaroHall…Lamentável os produtores de metal hoje…Monopólio ridiculo.

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Zero

Sabe quando a gente não espera mais nada de niguém?

Tem ideia do que é ouvir, ler, sentir tudo e não mais acreditar na palavra do ser humano?

Tenho vbisto isso acontecer direto comigo. Promessas que não são fundadas, palavras que são jogadas apenas ao relento. Ao fogo de palha.

Faz muito tempo que não choro. Nem dou risada. Faz tempo que não sinto nada mesmo.

Não sinto frio. Não sei o que é calor. Pareço uma unidade morta em um universo que não conspira, nem a favor, nem contra. Aliás, será que eu realmente faço diferença?

Um dia um homem, morador de rua, esbarrou em mim. Olhou e não falou nada. Continuou andando. Nem pra um morador de rua eu sirvo mesmo.

Lembro que uma vez tentei ir pra TV. Quando cheguei na frente da câmera ouvi dizer que a tela tinha uns fantasmas estranhos.

Sempre imaginei com oera estar morto. Será que eu iria perceber? Será que iria ter contato com as pessoas?

Porque se a resposta fort sim, prefiro morar agora, do que ser ignorado como sempre…

Alckmin nomeia ladrão para cuidar de R$2,5 bilhões

Mais uma novidade do governo paulista. Além da Políca Militar não ter batido nos estudantes na ÚLTIMA manifestação contra o abuso da passagem de ônibus na capital, Alckmin agora nomeou um condenado para cuidar dos cofres públicos para...para… para… A educação…Claro, o ponto forte do governo tucano.

O senhor da grana agora chama-se José Bernardo Ortiz. Ele foi nomeado por confiaça pelo Alckmin. Na nova função, vai comandar uma arca anual de R$ 2,5 bilhões, dinheiro destinado à construção e reforma de escolas e ao custeio de projetos pedagógicos.

Ortiz frequenta dez ações judiciais na condição de réu. Desse total, oito ações foram alicerçadas na Lei da Improbidade. Absolvido em três, José Ortiz aguarda o julgamento de recursos da Promotoria ao TJ-SP.

Outros quatro processos esperam pela sentença de juízes de primeira instância. E há um caso em que o réu foi condenado.

Refere-se à contratação de servidores sem a realização de concurso público, em Taubaté. A despeito de negar a intenção de dolo, José Ortiz foi condenado em primeiro grau.

Recorreu ao TJ, que confirmou a sentença. Foi, então, a Brasília. Tenta reverter o infortúnio no STJ.

Em nota oficial, a assessoria de Alckmin escreveu: José Ortiz “é um homem público reconhecidamente honesto".

Acrescentou: “Sobre os processos em questão, todos eles ainda passíveis de recursos...”

Parabéns São Paulo. Kassab, Tiririca e Alckmin. Perfeito para o estado mais metido do Brasil.

PSDB pede para eleitores esquecerem as promessas de campanha

Isso mesmo. O grande partido do grande José Serra, que sempre cumpre com o que fala, desta vez mentiu para os eleitores.

A safadesa novidade de agora, é que o PSDB, em campanha, falou em acabar com cargos comissionados, que só colocam um rombo no orçamento. O que o partido sempre bateu na gestão de Lula(o que eu também acho uma coisa terrível).

Mas o grande Aécio Neves fez questão de colocar seu vice como governador, Antônio Anastasia. E o que ele fez? Criou, de um dia para o outro, sem consentimento da Assembleia Legislativa, 1.314 cargos.

Isso aumenta em 28,85% dos cargos comissionados de chefias já existentes. A estimativa é que o rombo no orçamento ultrapasse os R$50 milhões, mesmo a assessoria do safado governador falar que isso ainda não foi calculado.

Nem tudo são Flores

O governo Dilma deu uma mancada feia. Pedro Abramovay foi forçado a pedir demissão pediu para sair do cargo da secretaria de política anti-drogas, por defender penas alternativas para traficantes menores.

Não menores de idade, mas traficantes que não se envolvam com cargas pesadas, que geralmente são os que mais apanham e são pegos pela polícia, já que o maior traficante vive sob forte esquema de segurança, policial inclusive.

Acredto que defender esse tipo de pena não significa, necessariamente, colocar em prática. Uma pena isso…

Veja essa II

Fazia tempo que uma postagem minha não fazia tanto barulho. Recebi emails ofensivos que vocês não fazem ideia.

Alias, ofenças é o que mais fazem no meu blog, afinal, é o ÚNICO lugar onde tenho liberdade para escrever o que EU QUERO. Por isso é um blog e não uma mídia profissional mesmo.

E respondendo um comentário, trabalhei para um jornal comprado pelo PSDB, e até hoje não tiveram reclamações minhas como jornalista. Como falou no comentário, algo relacionado a que não serei um bom jornalista por não gostar da Veja, acredito que quem gosta da Veja é que não merece confiança. fica a dica

Mas quero esclarecer uma coisa.

O porque que eu não gosto da Veja e das outras revistas semanais. São revistas que tomam partido, não existe informação nelas, apenas a “verdade” que o cunho político fala para ter.

Não gosto do jornal O Estado de São Paulo, mas achei muito digno da parte do editor escrever no editorial que estava apoiando o candidao José Serra. Claro que jornais e revistas devem ser imparciais, mesmo isso não existindo no jornalismo, mas o que O OESP fez foi não enganar o leitor.

Não fez igual a Veja que bate na tecla de “compromisso com a informação e a imparcialidade”, como a Abril sempre fala. Grande mentira isso.

A Veja já foi uma revista que teve um pouco de respeito, mas hoje, não serve nem como leitura de sala de dentista. Quer uam dica? A revista Caros Amigos, que não toma partido, não é imparcial, mas pelo menos mostra os dois lados. Se tem um colunista PSDBista, terá um Ptista também. Ai o leitor quem tira sus conclusões.

Portanto, os emails que chegaram, e os comentários ofensivos nunca me atingirão, só vão mostrar o quanto o ser humano é estúpido em não respeitar a opinião alheia.

Ps. Faça uma pesquisa e veja se tem alguém com menos de 40 anos que le a Veja. Até pessoas instruídas. Pode apostar que a revista está cada dia mais decadente. É só perceber que 62% de seu conteúdo é publicidade.

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Em um blog religioso (para as mulheres)

Toda mulher ungida sabe que quando a vagina fica molhada é porque Satanás está por perto!! Quando eu era Oca até quando via dois cachórros fornicando na rua eu ficava com a vagina umidificada, molhava tanto que até aparecia na calça jeans.
Hoje como sou uma mulher ungida, tomo alguns cuidados para que isso não aconteça. Pois ao presenciarmos qualquer tipo de fornicação, a vagina fica úmida como se Satanás a tivesse regado com pecado e nem as mulheres de bem estão livres disso.
Por isso fiz uma listinha de dicas para todas as mulheres ungidas. Dicas valiosas para que Satanás nem ouse chegar perto de sua vagina. Vamos conferir:
- Evite lavar a vagina com os dedos ou chuverinho, prefira a lavagem rápida e superficial, sem muito toque;
- Não olhe para a língua das lésbicas masculinas;
- Evite comer bananas, cenoura e outros legumes com formato de pênis. Se for comer, os corte de olhos fechados, para que você não veja o formato do vegetal;
- Não use bidê após defecar;
- Não deixe eu namorado colocar as mãos em seus seios, vagina, ânus, braços, pescoço, barriga… permita apenas que ele pegue em suas mãos, pois o fogo satânico pode subir e sua vagina molhar;
- Só coma linguiças e salsichas se elas forem picadinhas;
- Não escute músicas de cantores fornicadores como Fábio Junior, Maria Gadú, Leonardo e outros;
- Não chupe picolé, prefira sorvete de massa com colherzinha;
- Não use calcinhas que entrem em sua vagina;
- Não deixe homens e lésbicas masculinas a encoxarem em coletivos, como ônibus, metrô, trem… se sentir uma aproximação desvie o quadril ou se solte um gás intestinal para que o agressor se distancie;
- Em dias quentes não refresque a vagina com gelo;
- Evite usar o celular no vibra call (chamada vibratória em inglês)
- Não coloque travesseiro entre as pernas para dormir;
- Desvie o olhar ao ver cachórros fornicando;
- Não use absorvente de introdução;
- Ao acordar, coloque a mão sobre sua órgã sexual, ore em línguas e peça para que o Senhor a proteja de todo o mal;
- Evite olhar para o volume da calça de homens negros;
- Não marque consulta com ginecologista do sexo masculino;
Alguns dizem que Deus faz com que a nossa vagina fique molhada para que o pênis entre mas fácil, mas isso é mentira!! Se for fazer sexo reprodutivo com o seu varão, lubrifique sua vagina com óleo ungido para dar proteção e para que o esperma fecundador dele chegue todo feliz em Cristo em seu úngido óvulo!!
Espero que tenham gostado de minhas dicas, pois elas também servem para a anti-sensualização!! Ai, como adoro passar conhecimento!!
Cley é inteligente, Cley é exemplo, Cley é ungida!! Cley é sequinha em Cristo!

Pesquisa da FVG mostra o declínio da educação de SP


Isso não é novidade pra ninguém. O Governo paulista acabou com a educação no estado. Eu sou(fui) um grande exemplo disso.

Me formei em 2004 sem saber dividir com dois números dentro da chave. Quandop eu reprovei de ano, minha mãe teve que forçar a escola a me reprovar, porque segundo a diretora “Ele sempre frequentou as aulas, então não temos motivos para reprová-lo”.

Isso ocorreu mais de uma vez. Tudo bem que depois eu acordei e hoje, graças ao governo federal, sou formado em jornalismo sem ter pago nem xerox na faculdade.

Mas o que importa não é isso. A aprovação automática, ou progressão continua, como o governo estadual gosta de falar, apenas camufla a péssima qualidade do ensino e a desvalorização dos professores.

Segundo pesquisa da FVG (Fundação Getúlio Vargas), a aprovação automática só serviu para o estado de São Paulo (único estado em que foi feita a pesquisa) entrar no ranking dos estados com menor reprovação.

Antes da criação do Programa Universidade para Todos, o Pró Uni, os alunos de escolas públicas matriculados em faculdades, tanto estaduais, federais quanto particulares, não chegava a 10%. Após a criação, ultrapasosu a marca de 20% (22,35 para ser mais exato), mas longe de ser uma solução para o problema.

Voltando a aprovação automática e a pesquisa, foram entrevistadas 10 mil famílias de escolas públicas do estado de São Paulo, e os resultados são os seguintes:

*88,1% dos consultados acreditam que as inovações promovidas pela Secretaria Estadu-
al da Educação (entre elas a progressão continuada) não melhoraram as condições de
ensino nas escolas;
*87,1% acreditam que essas inovações não melhoraram a aprendizagem dos alunos;
*89,9% não concordam que as inovações tenham promovido o aumento do rendimento escolar;
*92,4% apontaram que elas não trouxeram maior satisfação do professor no trabalho;
*72,7% concordam que essas inovações resultaram na redução da defasagem idade/série
entre os alunos.
Especificamente sobre a progressão continuada, tal como está sendo realizada:
*93,3% não reconheceram um aumento do interesse dos alunos pelos conteúdos ministrados;
*95,5% não verificaram uma diminuição dos problemas de indisciplina na escola;
*91,9% apontaram a passagem dos alunos de uma série para outra sem domínio dos
conteúdos ministrados;
*91,2% consideram que este processo vem resultando em frustração dos professores.

Isso mostra que ninguém está satisfeito com esse método. Mas por que ele ainda existe?

Porque o Estado deixa de receber verba federal caso a reprovação aumente. É meio contraditório, pois se o estado tiver maior reprovação, acredito que o investimento deve ser maior, qualificando melhor professores e tentando entender onde está o grande problema do aluno na hora de aprender.

Mas o governo não está preocupado com isso. E nunca esteve.

Para ter uma ideia, os professores não recebem aumento de salário reajustado com a inflação desde 1994. Todos os w4 aumentos( repito,desde 1994) foram abaixo do índice da inflação.

Quando os professores foram reclamar pelo aumento, a Polícia Militar atirou balas de borracha contra os mestres. Com cacetete na mão, professores foram tratados como bandidos. Ou então como estudantes, já que a PM sempre bate em estudante também.

Na última campanha eleitoral, um candidato falou que no estado de São Paulo, em escolas até a quarta série do ensino fundamenta, as salas tinham dois professores.

Primeiro, isso é mentira. Fiz uma matéria apra o jornal Correio Mariliense sobre isso e não havia nenhuma escola com dois professores. Além disso, apenas oito escolas na capital tinham dois professores. Mas o que é emlhor, colocar dois professores em sala ou valorizar o ensino?

As escolas públicas estão com as salas cada vez mais cheias. No meu segundo colegial, eramos em 66 alunos. Como um professor consegue dar aula, sem estrutura, para 66 alunos?

Está na hora dos governantes municipais, estaduais e federais, realmente investirem em educação. O Próuni é um bom programa? Claro que sim, mas não é perfeito ,e isso não resolve o problema da educação.

Claro que essa ideia não vai passar pelo congresso, mas o Senador Cristovan Buarque (PDT) criou um projeto em que filhos de políticos por obrigação devem estudar em escolas públicas. Claro, afinal se o ensino é bom provarão isso colocando seus próprios familiares.

Isso é algo que deucerto na Inglaterra. Qualquer político que coloque um filho em escola particular, recebe uma multa equivalente a três veze so próprio salário. Caso aconteça novamente, o eleito perde seus direitos políticos por quatro anos.

O mesmo senador do PDT queria implantar um sistema para aeducação em que reduziria o número de alunos, aumentaria o efetivo de professores e escolas, além de acabar coma aprovação continua, dando bolsas de estudos(em dinheiro) para os alunos.

Claro que teve gente que deu risada nisso, mas quando foi questionado de onde viria todo o dinheiro para tal, a resposta foi um tapa na cara. “Como assim de onde vem o dinheiro? Leia o projeto, é 1% do PIB”.

Está na hora das coisas mudarem. Sem educação, o Brasil vai continuar assim, elegendo Tiriricas, Alckmins e Codovis da vida!!!

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

O SISU é um sucesso! Pobre vai entrar na universidade! Que horror!

O PiG (*) desfechou uma nova ofensiva para impedir que pobre (especialmente o negro) entre na universidade.

A ofensiva se dá através da desmoralização do ENEM.

Agora, por causa do SISU (pronuncia-se “sisú”).

“Sistema Seletivo Unificado”.

Significa o seguinte:

Todos os candidatos do ENEM podem acessar o computador e, em função da nota no ENEM, escolher a faculdade que querem cursar.

Faculdades federais e estaduais.

Menos as de São Paulo, onde o Padim Pade Cerra liderou o boicote ao ENEM e pretende fundar a República Independente da Daslu.

Ou seja, o estudante faz o ENEM na sua cidade – ou perto – e escolhe a faculdade no computador.

Não precisa, como antes, viajar para cinco seis cidades para entrar num curso superior.

O que significa que pobre pode entrar na universidade porque ficou mais barato o acesso.

Que horror !

O programa previa 400 acessos ao site do SISU por minuto.

Entraram 800 por minuto.

No domingo e na segunda o sistema ficou lento.

Na terça, com capacidade para 800 por minuto, ficou normal.

Por seis minutos no domingo e quatro na segunda, era possível um candidato ter acesso a dados pessoais de outro candidato.

Localizada a falha, o sistema foi corrigido.

Às 18 horas de hoje, no quarto dia de funcionamento do SISU, 800 mil estudantes já tinham escolhido a faculdade que querem cursar.

Mais do que durante todo o período de acesso do ano passado.

Um SISU é um sucesso.

Em tempo: o diretor do INEP não saiu por causa do SISU. Saiu porque tinha decidido sair antes, na segunda crise do ENEM. Não aguentou o PiG (*) e foi para casa. Na primeira crise, como se sabe, a prova do ENEM fui surrupiada na gráfica da Folha (**).


Paulo Henrique Amorim


(*) Em nenhuma democracia séria do mundo, jornais conservadores, de baixa qualidade técnica e até sensacionalistas, e uma única rede de televisão têm a importância que têm no Brasil. Eles se transformaram num partido político – o PiG, Partido da Imprensa Golpista.

(**) Folha é um jornal que não se deve deixar a avó ler, porque publica palavrões. Além disso, Folha é aquele jornal que entrevista Daniel Dantas DEPOIS de condenado e pergunta o que ele achou da investigação; da “ditabranda”; da ficha falsa da Dilma; que veste FHC com o manto de “bom caráter”, porque, depois de 18 anos, reconheceu um filho; que matou o Tuma e depois o ressuscitou; e que é o que é, porque o dono é o que é; nos anos militares, a Folha emprestava carros de reportagem aos torturadores.

Do blog Conversa Afiada

Veja! essa…

Sentado em meu quarto, dando um trago e escrevendo no computador, toca o meu celular

- Alô

- Boa tarde, com quem eu falo?

- Com o Pedro, e tu quem é?

- Olá Pedro, sou a Viviane do Grupo Abril. Você gosta de ler?

- Oi Viviane, gosto sim de ler, afinal faz parte até de minha profissão isso.

- Que legal Pedro, quantos anos você tem?

- 25

- Bacana, é novo ainda. Você gosta de ler que tipo de assunto?

- Tudo que interfere em minha vida, até cultura inutil.

- Que legal, mas você, assim, gosta de política,atualidades?

- Como falei, isso interfere em minha vida, não tem como não gostar de ler.

- Que elgal Pedro, tenho uma oferta especial pra você então.

-Opa, manda ai.

-Gosta de revistas?

- Opa, ainda quero escrever em uma.

- Olha, você escreve então? Que legal, sobre o que?

- Atualmente faço traduções para um jornal aqui de Minas, no caderno Mundo.

- Assim, jornalista, então nem vou rodear com apresentações. Pedro, estou te ligando para oferecer uma oferta espeial para assinar uma das revistas mais importantes do Brasil…

- A Caros Amigosou a Piauí?

- é… Nenhuma delas, é a revista Veja. Você gosta da Veja?

- Olha, sinceramente não.

- Ué, Pedro, por que não gosta?
- Porque a Veja deixou de ser uma revista boa pra se tornar PSDBista, além do que ela só sabe bater no atual governo. Sinceramente, só a coluna do Ed Motta me atrai.

- Olha, vou discordar de você, porque a Veja é, antes de tudo, imparcial.

- Você está me contando uma ótima piada Viviane.

- (risos) é sério Pedro, veja por exemplo, você citou a coluna do Motta, mas temos uma coluna também de um cara que sempre fala bem do governo atual. Pelo visto você é Ptista né?

- Não, não acredito que um partido faça a diferença, mas até agora a administração do PT foi a única na presidencia que realmente ajudou quem precisava, ao invés de mais regalias para a elite.

- Mas e a coluna do Reinaldo Azevedo e do Augusto Nunes?

- Ele é o que mais bate no governo. Teve a capacidade de falar que Pró Uni era pra camuflar a falta de investimento na educação. E o Augusto nem falo nada, parece que a vida dele resume-se a falar coisas do Lula e o PT.

- Mas a Veja se importa com a educação mesmo, por isso falou aquilo.

- Então por que nunca falou do sistema de aprovação automática que o PSDB implantou? Só porque o Zé Serra fez um contrato com o Civitta e assinou 50 mil exemplares de Veja para as escolas, exemplares que nunca chegaram ao seu destino na verdade.

- Onde você leu isso Pedro?

- Querida, já trabalhei pra um jornal do PSDB. Sei como é elitizado o partido, a Veja e outros meios manipulados.

- A Veja é manipulada Pedro? Poxa, você deveria ler ela mais, porque ela é a revista referência no Brasil, e não só aqui.

- Olha Viviane, referência pode ser pra elite e pro PIG, mas pra quem realmente absorve u mconteúdo digno de informação amassa a Veja e joga no lixo.

- Me de um exemplo que a Veja fez de ruim.

- Bom, com dois anos de governo Lula ela estampou na capa o rosto dele em sombra escrito impeachment, sendo que ele sempre teve aprovação acima dos 60%. Isso é querer manipular a opinião pública.

- Mas naquela época os escandalos estavam levando a isso.

- Quais?

- Nossa,tiveram muitos, pra lembrar agora…
- São tantos que você nem lembra né.

- Olha Pedro ,tudo bem, eu te entendo, mas puxando seu cadastro eu vi que você já foi nosso assinante.

- Sim, assinei a Super por duas vezes.

- E por que parou?

- Porque a Super chegava uma semana antes nas bancas do que em minha casa. Achei melhor comprar na banca.

- Tentou resolver o problema?

- Primeiro cancelei minha assinatura. Depois, uma mesma ligação como a sua me convenceu que isso não iria se repetir, e repetiu. Agora compro na banca.

- E se eu lhe fizer uma oferta especial…

- Outra? Igual da Veja? Obrigado querida, mas até a Super está caminhando para o lado Civitta de ser.

- Como assim?

- Antes a Super era uma revista científica. Você lia artigos, notícias e tudo mais. Hoje, ela não dá opção de decidir a verdade. Ela mostra uma resposta e pronto,acabou, é aquilo ou nada. A Abril sempre foi assim.

- Não sei, acho que está enganado.

- Você não me conhece, só estive enganado uma vez na vida.

- Mesmo?

- Sim, quando pensei que estava enganado.

- Nossa, você é fã de Chaves também.

- Bolaños é o maior.

- Certo Pedro, então como não está interessado, você pode indicar um amigo pra assinar a Veja?

- Que isso, você faria eu perder um amigo dessa forma.

- Ok, obrigada pela atenção Pedro, tenha uma ótima tarde.

- Um beijo.

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Belo Horizonte : A partir do dia 28, sacolas plásticas estão proibidas

Pois é,parece estranho isso, mas não é. Uma lei criada em 2008, que entra em vigor no próximo dia 28, proíbe os estabelecimentos comerciais de fornecerem sacolas plásticas aos seus clientes.

Para a Câmara Municipal, essa iniciativa é para reduzir os danos ao meio ambiente. “Um saco de papel demora aproximadamente 18 meses para se decompor. Uma sacola plástica é por volta de 300 anos, portanto a lei é mais ambiental do que outra história”, afirma a nota oficial da ALBH.

Para os consumidores, a ideia é boa, mesmo a maioria não sabendo da nova lei. “Eu to sabendo agora que vi um aviso aqui no mercado”, conta Sueli Mendes, do bairro Ipiranga.

Agora, a feira de artesanato na avenida Afonso Pena terá um atrativo a mais. AS sacolas ecológicas, geralmente de pano, serão customizadas na hora. É vantagem para quem compra, pois terá uma sacola única para fazer suas compras.

As sacolas plásticas não terão total restrição na cidade. Limpadores de rua poderão utilizar para limpar as ruas e as sacolas acima de 50 litros ainda serão comercializadas.

A multa para os estabelecimentos que ainda fornecerem as sacolas plásticas irá varias de acordo dom o tamanho. Em caso de super e hiper mercados, a multa vai de 100 salários mínimos por dia. Os menores variam conforme a localização e o tempo do comércio.

Pedro Ferraz,agência Idea Fixa

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Resposta ao colunista Cláudio Humberto do jornal Hoje em Dia BH

Caro senhor Cláudio Humberto. Venho nesse meu espaço livre de pressões escrever DUAS respostas ao senhor pela coluna veículada hoje, 13 de janeiro no jornal Hoje em Dia.

Vou colocar na íntegra o que quero responder.

Em sua coluna, o senhor faz a seguente pergunta:

“Perguntinha
Quando a "mãe dos brasileiros" visitará os desabrigados no Rio e no Espírito Santo, amém?”


Agora vou responder ao senhor, que pelo visto não é bem informado. E deve ser por preguiça pois trabalha em um ótimo jornal.

A “mãe dos brasileiros”, que prefiro chamar de presidenta Dilma, vai hoje apra o Rio visitar as áreas e pessoas desabrigadas por conta das chuvas. Sim, em sua agenda, ela parte às 10h para a base aérea do Galeão, com chegada prevista uma hora depois. E sabe o que mais? Ela ficará até às 16h, verificando o estrago que foi feito pelas chuvas e pela incompetencia da administração peemedebista.

Além disso, ela liberou R$780 milhões para ajuda aos desabrigados só no Rio de Janeiro. Fora outros estados que a verba sairá ainda hoje.


Agora a segunda questão.

“Prioridade
O ex-presidente Lula se recusava a visitar áreas de desastres, naturais ou não. Temia vincular sua imagem a "notícias negativas".


Quando o presidente Lula recusou-se a visitar áreas de desastres? O senhor deve estar consumindo muito uisque em sua adega particular, pois o mesmo cancelou suas férias no ano passado, além de dois encontros internacionais, para visitar Angra dos Reis e, novamente, o Rio de Janeiro, por conta do mesmo problema que ocorrem no momento. Chuvas.

Eu pude presenciar o presidente, em 2008, visitando o bairro do Limão, na zona norte de São Paulo,por conta do mesmo problema. Alagamento por conta das chuvas, problema que eprsiste mais de 10 anos no bairro. E os tucanos,que administram o estado há 20 anos não tiveram a competência de mover um único centavo para resolver a situação.

Além disso, o senhor está lembrado das enchentes de Santa Catarina, principalmente na cidade de Lajes? Pois é, Lula, quando presidente, esteve lá, e cancelou uma viagem para a Itália e França por conta disso.

O senhor conhece o município de Sengés? Aredito que não,mas para lhe informar,o município ficou isolado no ano passado por conta do rio que transbordou. Localizado na divisa com o estado de SP e Paraná, o presidente foi até o local.

Portanto caro Cláudio Humberto, antes de escrever em sua coluna, informe-se melhor, basta procurar no google que o senhor consegue as informações mais básicas que quiser. Mas ai é que está, se quiser, piosq uem tem rabo preso…

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

“Não dá para fazer obra contra enchentes em dois dias”


Pois é,meus amigos. Parece piada. Poderia ser, mas não é.
Essa é a frase do coronel de Bangladesh do sudeste Geraldo Alckmin, sobre as enchentes ocorridas no estado de SP.

Agora e em 20 anos? Dá pra fazer algo?
Dá sim!

O PSDB já está 16 anos no poder do estado mais rico (e burro) do Brasil. Só faz metrô quando chega eleição e, quando passa, como aconteceu agora, vemos como é a realidade. Não teremos nem três estações prontas até a Copa de 2014.

Já os planos de enchente, o prefeito Gilberto Kassab, do DEMO 666 , culpou São Pedro.

Repórter
- Por que a cidade alaga todos os anos ?

Sub-coronel dos jaridns
-A culpa é de São Pedro, reclame com ele”.

Claro que ele não vê enchente alguma. Nos Jardins, onde se concentra aclasse alta e uma pequena parte da classe merda, não enche.

Não me admira a cidade estar esse caos todo.

Bom, esse povo que deixa o PSDB por 20 anos no poder merece se afogar mesmo.

O Estado de Minas confirma a piada do Pig

O jornal O Estado de Minas, que circula em Minas Gerais (JURA??!!!) soltou uma matéria bem ao estilo Folha de São Paulo, o jornal da elite idiota brasileira.

O jornal destacava a seguinte matéria:

“Criminosos ainda vivem no Alemão”, referindo-se ao complexo do Alemão, morro do Rio de Janeiro, a Argentina brasileira.

Lendo a matéria, não existe nenhum FATO concreto. Não mencionam nenhum criminoso, nã falam quais crimes cometeram e ,olha só, no penúltimo parágrafo vem o porque do título da matéria.

“…o capitão do Bope Anderson Machado Dias especula que muitos criminosos ainda vivem no (complexo) Alemão, amedrontando a comunidade”.

A fala está lá, pra quem quiser ler. Uma especulação tornou-se manchete de um crime já cometido, como se fosse um fato provado.

O jornalismo ainda tem muito a melhorar nesse mundo.

Mas eu queria ver uma amtéria assim

“Bandidos ainda soltos permanecem votando leis em Brasilia”

“José Serra tem as contas reprovadas pelo TCU na compra de ambulancias quando Ministro da Saúde”

“Camarinha, mesmo ateando fogo em jornal, matando o próprio filho e ameaçando jornalistas do Diário de Marília concorda com o aumento de salário dos deputados e debocha da população”.

Pra finalizar, gostei muito de uma frase que li em algum twitter, mas não recordo qual:

“FHC tem filha fantasma, filho bastardo e filho ladrão. Ele não conseguiu fazer nenhum filho normal?”

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Os acomodados que se mudem


Esses dias mandei um email para meus colegas de faculdade. Sério, gstaria muito de saber por onde cada um anda, quem está trabalhando como jornalista, quem não está, por que não está? Etc…

Enfim, gostei de muitos email que voltaram com a resposta. A Nadja está na prefeitura de Arujá, o Rodrigo fazendo apenas freelas, a Thiciane em uma editora…Mas recebi um email que fiquei incomodado.

Uma das resposta veio tacando o pau no jornalismo. A garota falou que só quem tem QI(quem indica) consegue trabalho, que ser jornalista é terrível, e um monte de baboseiras.

Vamos lá.

Realmente, a profissão de jornalista é meio ingrata, mas isso de que só quem tem indicação conseguir trabalho é uma grande mentira. Só ver que, dos jornais que passei, pela ONG e agora em MG, não tive nenhuma indicação. Foi tudo porque eu meti “as caras” e sai daquele nincho de São Paulo.

Eu vejo que é muito fácil culpar o mercado, quando o profissional fica com a bunda no computador procurando emprego apenas mandando email. É muito fácil colocar a culpa nos outros. Mas uma coisa eu falo, quando se tem competência, consegue-se muita coisa.

Vejo o exemplo do Rodrigo, que toda semana me manda um texto de uma mídia diferente. O dele ele está fazendo, e pelo que o conheço, nunca precisou de QI.

Então, caros colegas jornalistas, fico feliz com pessoas asism, que desistem da profissão e vão cursar adm, direito, enfermagem, publicidade… O mercado agradece.

A verdade sobre os Incas

Quando há muito tempo atrás aqui chegou o povo espanhol
Ninguém queria saber se ia chover ou se era sol
Todo mundo regozijava de alegria, corria pro atol
Para ver o sol nascer, a lua anoitecer
Eles faziam FESTA!

Poucos sabem a verdade sobre o que realmente nos aconteceu
Pois quem escreveu a História muito encobria, muito distorceu
E a ganância por dinheiro mais uma vez destruiu toda uma nação
Homens maus e sem respeito invadiam as casas
Para fazer a FESTA

Espanhóis:
"Quero desfrutar das virgens do Senhor do Sol"

Virgens do Sol:
"Não deixo não! Abusaram de mim, tolos navegantes"

Narrador:
"Estavam a salvo as virgens do Senhor do Sol
Lá-lá-lá; cantavam as virgens do Senhor do Sol"

Graças a seus amigos da floresta
Eles já sabiam de toda a situação
E sentiam que as trevas se aproximavam
À medida que os espanhóis chegavam
Matando, roubando, estuprando "em nome de Deus"

A maioria dos Incas fugiu
Estavam a salvo em Machu-Pichu...

...o líder dos Incas morreu
Só porque não pôde aceitar um Deus
No pescoço de um padre
Pregado na cruz
Chorando jazia Jesus

Narrador indignado:
E em nome Dele os homens mataram
Seres que a tudo sempre respeitaram
E em nome Dele hoje os homens roubam
E matam de fome um irmão

Por que as igrejas só pregam igualdade e paz
Mas não abrem mão
De todo dinheiro sujo
Acumulado todos esses anos?
Talvez eles queiram comprar o céu
Mas o preço pra eles é caro demais
Caro demais!

Homens, senhores da destruição
Por que fazer da vida uma pena?
Por que não buscar harmonização?
Não foi à toa que na volta
Toda a sua escolta
E todo o seu ouro
Se afundou no mar

Hoje só sobraram restos e vestígios dessa antiga civilização
Mas ninguém sabe a verdade por isso eu tive que escrever essa canção
Quando um império cresce sem guerras nem brigas
Apenas no amor
Logo vem o homem cego envolto em suas trevas
Pra espalhar a dor

Banda Cartoon

domingo, 9 de janeiro de 2011

Alguém tem uma vaga de emprego ai?

Essa o Everton ( @evertontmartins ) me mandou e é incrível












Cultura agressiva

Belo Horizonte é uma cidade que respira cultura. Tem de tudo e, por incrívelque pareça, é muito maior que São Paulo o investimento cultural.

São Paulo pode ter a Virada Cultural anualmente, mas no resto do ano, é complicado conseguir teatro e shows com preços acessiveis. Sou de SP e sei muito bem o que é isso.

Ok, a capital financeira do Brasil tem seus extremos. Mas BH está me surpreendendo.

Começou no dia 4 de janeiro o Fesstival de Teatro de Belo Horizonte. O intuito é popularizar essa arte, com ingressos que variam de R$5,00 até no máximo R$12,00 . Isso eu falo que são peças que geralmente custam mais de R$50,00 para ver.

Agora para ter uma ideia do tamanho do festival, ele vai até o dia 3 de Março. Muia coisa para se ver.

No dia 6 eu fui ver um monólogo sobre São Francisco de Assis e o Rio São Francisco “Francisco de Assis, de nós a foz”. Muito forte, o ator se cortava em cena, trocava o figurino no palco mesmo. Pena estar muito vazio, afinal por dia são mais de 12 peças no mesmo horário.

Além disso, terão vários shows aqui também, entre eles Ozzy e Doro. Todos com preços menores de R$100 , pois em Belo Horizonte, existe uma lei municipal que diz que “a entrada mais barata de um evento não pode ultrapassar 10% de um salário mínimo.

Boa cultura a todos nós. E penso que deveria ter chego aqui em Maio, como o ricardo sempre me falou.

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Infinitivos

A tortura parece não ter fim. Já passaram dois anos de sonhos invadidos sem minha permissão, e o pensamento ainda longe.

Começou por um mero acaso do destino, e a cada dia que passa sua voz, seus olhos, seus cabelos e aquele perfume tornam-se essenciais em minha vida.

A cabeça paira em rotas adversas. Mas todos os caminhos me levam aos céus andradensses.

Òh, céu andradensse, que em seus voos panorâmicos contam o encanto de sa beleza. Nem o mais errante dos caminhantes consegue resistir.

Hoje a vejo, a sinto, mas não posso toca-la nem te-la em meus braços. Sua pele, branca e rosada, reluzem os melhores sonetos e poemas físicos. Os movimentos harmonizam com o vento de outono, frio e ensolarado.

Óh, vida, que me faz sentir o prazer do platonico. Nessas noites escuras, o olhar que ilumina minha vida preta e branca.

Tocar
Sentir
Ouvir
Rir
Confidenciar
Trocar
Sensualizar
Querer… Verbalizar

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Não encontrei um título

Muito emocionante a posse da Dilma no sábado. Meus olhos ficaram mareados com a cena de Lula entregando a faixa e o discurso dela. Melhor ainda, foi Lula indo ao encontro das pessoas que estavam na Praça dos Três Poderes debaixo de chuva.

Esse cara ficará para a história.

Sofri meu segundo assalto em Belo Horizonte em pouco mais d eum mês. Mas pior não é isso.

Da primeira vez, fui assaltado na frente de dois policiais militares que nada fizeram, e ainda me acusou de estar indo comprar drogas – isso no centro da cidade na praça da Estação.

Ontem, quando foi meia noite, liguei para a polícia para ir atrás dos que me assaltaram. Bom,até as 4h da manhã, nem uma viatura foi encaminhada, e eu liguei OITO vezes para o maldito 190.

Para piorar, o atendente Ralph desligou o telefone na minha cara afirmando que estava passando trote.

Enfim, direções políticas a parte, essa é a polícia do PSDB. Eu apanhei da polícia do PSDB duas vezes. Uma vez estava em um protesto contra o aumento da passagem de ônibus em São Paulo. Da outra, estava cobrindo a greve dos professores, e a polícia decendo a porrada nos mestres que apenas queriam aumento digno de salário.

Gostaria de agradecer ao partido por ter feito a aprovação automática nas escolas, por ter feito os professores apanharem e não ter aumento de salário em 12 anos, pelo efetivo polícial de São Paulo ser o mesmo desde 1991 e em Belo Horizonte o mesmo desde ’98, sendo que ambas as cidades crescem cada vez mais.

Eu venho de escola pública, estudei na rede estadual e podem apostar,eu sei do que estou falando.

Grande abraço a todos, feliz 2011 e que todos os guias nos guardem e nos mostrem caminhos para a iluminação.

“Meu pai, Oxalá é o rei, venha me valer”

Contador Grátis