quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Veja! essa…

Sentado em meu quarto, dando um trago e escrevendo no computador, toca o meu celular

- Alô

- Boa tarde, com quem eu falo?

- Com o Pedro, e tu quem é?

- Olá Pedro, sou a Viviane do Grupo Abril. Você gosta de ler?

- Oi Viviane, gosto sim de ler, afinal faz parte até de minha profissão isso.

- Que legal Pedro, quantos anos você tem?

- 25

- Bacana, é novo ainda. Você gosta de ler que tipo de assunto?

- Tudo que interfere em minha vida, até cultura inutil.

- Que legal, mas você, assim, gosta de política,atualidades?

- Como falei, isso interfere em minha vida, não tem como não gostar de ler.

- Que elgal Pedro, tenho uma oferta especial pra você então.

-Opa, manda ai.

-Gosta de revistas?

- Opa, ainda quero escrever em uma.

- Olha, você escreve então? Que legal, sobre o que?

- Atualmente faço traduções para um jornal aqui de Minas, no caderno Mundo.

- Assim, jornalista, então nem vou rodear com apresentações. Pedro, estou te ligando para oferecer uma oferta espeial para assinar uma das revistas mais importantes do Brasil…

- A Caros Amigosou a Piauí?

- é… Nenhuma delas, é a revista Veja. Você gosta da Veja?

- Olha, sinceramente não.

- Ué, Pedro, por que não gosta?
- Porque a Veja deixou de ser uma revista boa pra se tornar PSDBista, além do que ela só sabe bater no atual governo. Sinceramente, só a coluna do Ed Motta me atrai.

- Olha, vou discordar de você, porque a Veja é, antes de tudo, imparcial.

- Você está me contando uma ótima piada Viviane.

- (risos) é sério Pedro, veja por exemplo, você citou a coluna do Motta, mas temos uma coluna também de um cara que sempre fala bem do governo atual. Pelo visto você é Ptista né?

- Não, não acredito que um partido faça a diferença, mas até agora a administração do PT foi a única na presidencia que realmente ajudou quem precisava, ao invés de mais regalias para a elite.

- Mas e a coluna do Reinaldo Azevedo e do Augusto Nunes?

- Ele é o que mais bate no governo. Teve a capacidade de falar que Pró Uni era pra camuflar a falta de investimento na educação. E o Augusto nem falo nada, parece que a vida dele resume-se a falar coisas do Lula e o PT.

- Mas a Veja se importa com a educação mesmo, por isso falou aquilo.

- Então por que nunca falou do sistema de aprovação automática que o PSDB implantou? Só porque o Zé Serra fez um contrato com o Civitta e assinou 50 mil exemplares de Veja para as escolas, exemplares que nunca chegaram ao seu destino na verdade.

- Onde você leu isso Pedro?

- Querida, já trabalhei pra um jornal do PSDB. Sei como é elitizado o partido, a Veja e outros meios manipulados.

- A Veja é manipulada Pedro? Poxa, você deveria ler ela mais, porque ela é a revista referência no Brasil, e não só aqui.

- Olha Viviane, referência pode ser pra elite e pro PIG, mas pra quem realmente absorve u mconteúdo digno de informação amassa a Veja e joga no lixo.

- Me de um exemplo que a Veja fez de ruim.

- Bom, com dois anos de governo Lula ela estampou na capa o rosto dele em sombra escrito impeachment, sendo que ele sempre teve aprovação acima dos 60%. Isso é querer manipular a opinião pública.

- Mas naquela época os escandalos estavam levando a isso.

- Quais?

- Nossa,tiveram muitos, pra lembrar agora…
- São tantos que você nem lembra né.

- Olha Pedro ,tudo bem, eu te entendo, mas puxando seu cadastro eu vi que você já foi nosso assinante.

- Sim, assinei a Super por duas vezes.

- E por que parou?

- Porque a Super chegava uma semana antes nas bancas do que em minha casa. Achei melhor comprar na banca.

- Tentou resolver o problema?

- Primeiro cancelei minha assinatura. Depois, uma mesma ligação como a sua me convenceu que isso não iria se repetir, e repetiu. Agora compro na banca.

- E se eu lhe fizer uma oferta especial…

- Outra? Igual da Veja? Obrigado querida, mas até a Super está caminhando para o lado Civitta de ser.

- Como assim?

- Antes a Super era uma revista científica. Você lia artigos, notícias e tudo mais. Hoje, ela não dá opção de decidir a verdade. Ela mostra uma resposta e pronto,acabou, é aquilo ou nada. A Abril sempre foi assim.

- Não sei, acho que está enganado.

- Você não me conhece, só estive enganado uma vez na vida.

- Mesmo?

- Sim, quando pensei que estava enganado.

- Nossa, você é fã de Chaves também.

- Bolaños é o maior.

- Certo Pedro, então como não está interessado, você pode indicar um amigo pra assinar a Veja?

- Que isso, você faria eu perder um amigo dessa forma.

- Ok, obrigada pela atenção Pedro, tenha uma ótima tarde.

- Um beijo.

6 comentários:

Urias Macedo disse...

Voce é um cara paciente e educado. Fosse eu teria esculhambado com ele nos primeiros 10 segundos de conversa...hahaha

Rose Dayanne disse...

Pedro, tu deu corda hein. E ela tb... eita...

Anônimo disse...

Pena q vc esteja se tornando reacionista e perdendo a capacidade de raciocinar fora das coisas que vc acredita serem verdades unicas. Vai ser dificil sair um bom jornalismo a partir de idéias pre concebidas e de julgamentos sem suficiente conhecimento de causa.

Anônimo disse...

Nem sempre a nossa opinião é a certa...respeito ao profissional, seja ele quem for é fundamental

igorap disse...

hahahaha... Já tive uma discussão semelhante. Quase todo mês me ligam oferecendo a veja. Mas, só uma vez tive a oportunidade de "discutir" tanto com uma das atendentes. Infelizmente, ela não tinha tanto traquejo quanto a tal Viviane. Então, a conversa não durou tanto.

Ela ficou sem argumentos quando, após oferecer um desconto de incríveis 80%, respondi com um sonoro "Não, obrigado. Veja nem de graça"... hahahahahahah

infiltre disse...

Nunca ri tanto em algum assunto que citasse a Veja, haha! Pedro, você é realmente muito paciente, e sua capacidade de argumentação é incrível! Beijo pra você, e se cuida!


PS: Já fui fã de Super, e hoje compartilho da mesma opinião sobre ela!


Contador Grátis