sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Você está ficando velho

Começo esse post falando alçgo muito sério. Como as pessoas estão ficando com hábitos de velhos mais cedo. Isso é sério,vejo isso desde São Paulo.

Em São Paulo, um grande amigo meu não saia para nada. Antes, ele até ia no Mirante de Santana, na Praça do Colar…depois de um tempo, nem isso mais fazia. E a desculpa era sempre a mesma. “Poxa, ralei pra caramba, estou muito cansado”. Ele deveria ter uns 27 anos nessa época.

Não apenas com ele. Muitos do que conhecia não iam ao teatro, por exemplo, de graça no final de semana porque trabalhou a semana toda e quer “descansar” para a próxima semana. Ai passam os dias, as semanas,os meses…e em um ano, as pessoas só trabalharam e ficaram em casa.

Será que é isso que quero pra minha vida? NEGATIVO.

Vejo algumas pessoas que trabalhei que, nos dias de folga, ficavam apenas em casa. Que raio de vida é essa que só se trabalha e dorme? Está ai uma vida digna de ser jogada fora. Por qualquer pessoa.

Eu trabalho de madrugada, e percebi que nós, da madrugada, temos uma vida um tanto mais saudavel das pessoas do dia. Por que?

Bem, trÊs vezes por semana, vamos ao parque Mangabeiras de Belo Horizonte para jogar futebol, alguns peteca, outros corrida e natação. Além disso, no período noturno, fazemos exercícios no intervalo do trabalho, para dar uma esticada e tudo mais.

Percebi que hoje as pessoas envelhecem mais cedo. As pessoas hoje, quando saem, querem ficar em uma mesa,servida por garçons, batendo papo com amigos e vedo a vida passar. Para ir até uma padaria pegam o carro. É muito chato isso.

Muitas pessoas me criticam porque mudo bastante decidade. Para saber:
São Paulo – SP
Varginha - MG
Diamantino – MT
Bandeira do Sul/Poços de Caldas – MG
Marília – SP
Belo Horizonte – MG

A próxima ainda não decidi.

Mas recebo criticas por que?

Porque a sociedade quer tudo nos padrões. Igual a televisão quer o padrão Globo, a sociedade quer o padrão cristão de se viver. Trabalhar, para ter uma casa, um carro, um filho, para ter uma família para se matar de trabalhar para sstentar tudo isso pra depois morrer…sem ter aproveitado nada.

Não quero ter filho. Pelo menos não penso nisso pra minha vida. Simplesmente porque não tenho responsabilidade nem comigo, quanto mais com um outro ser humano. Coitado do Sid, meu cachorro aqui de BH. Está,junto comigo, comendo arroz,feijão com farofa,cebola e pão.

Mas mesmo passando por tudo isso,apertos e tudo mais, sou muito fgeliz,e tenho muito mais bagagem cultural, conhecimento e vida VIVIDA do que meus amigos que se matam de trabalhar pra comprar um carro, para levar a namorada para uma balada e ter um relógio que marca a hora de três países diferentes.

E vejo que a maioria desses meus amigos, gastam todo o dinheiro no carro, com a mulher,e ficam por isso mesmo. A mesma conversa de sempre, nunca lhe contam algo de novo, ou se contam é algo vago que não vai influenciar você em nada.

Desculpe-me, mas idade não significa nada. Conheci um casal em Tiradentes MG, de uns 60 anos, que estavam viajando por Minas Gerais. Eram de Curitiba. E eles faziam o role de Minas em uma espécia de mochilão. No ritmo deles,lógico, mas precisam ver que coisa mais legal. Eu e minha namorada (na época ) adoramos eles. E até hoje trocamos alguns e-mails. Eles agora estão fazendo planos para Manaus. Viu só que legal?

Tempo nunca é o problema. Tem um livro, chamado “Meu pé que me leva pelo mundo. O barato de viajar só, com pouca grana e curtindo muito”, de Verônica Farias. (Blog da Verônica)

Ela mostra como as pessoas não têm ideia de que podem sim,conhecer o mundo todo com pouca grana. Podemos fazer isso em férias, e dinheiro não é o problema, pois a gente escolhe entre gastar R$50 em uma noitada(se você não morar em uma capital) ou guardar para aproveitar mais a vida.

Enfim,um desabafo porque hoje recebi uma crítica sobre essa minha maneira de vida. A mesma que recebia de uma pseuda lá de Marília, mas que não conhecem nada do mundo…nem mesmo o mundo em que vivem!!!

4 comentários:

Fabrício Godoi disse...

Você está fazendo o certo, não só pra você, mas como exemplo. Ninguém precisa seguir o padrão, mas criar um padrão saudável para si mesmo.
No mais, adquirir cultura e vivências diversificadas não é (nem nunca foi) pra qualquer um.

Anônimo disse...

Se cada um cuidar da propria vida, com certeza a arte de viver sera unica...Ser feliz e o que importa!

Anônimo disse...

Filho...o que se leva dessa vida, é a vida que se leva. Mudamos os padrões sociais nas ultimas decadas e acabamos fazendo que uma parte da sociedade seja acomodada e conservadora. As pessoas estacionam na sua zona de conforto e só saem de lá arrancadas a força...ou mortas.

Anônimo disse...

Sabe qual é o mais legal do post, fora o SID, q é lindo rídiculo (via cam) é como eu pensei em vc hj, indo pro trabalho, e sobre o jeito que vc leva a vida. Não sei se ja te falei, mas apesar de eu ser uma covarde nata, eu admiro muito a sua coragem de seguir seus instintos e ainda a vontade viver que vc tem... Viver de verdade sabe... É como vc disse no email: depende de mim né..
um bj narigudo

Azul


Contador Grátis