terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Zero

Sabe quando a gente não espera mais nada de niguém?

Tem ideia do que é ouvir, ler, sentir tudo e não mais acreditar na palavra do ser humano?

Tenho vbisto isso acontecer direto comigo. Promessas que não são fundadas, palavras que são jogadas apenas ao relento. Ao fogo de palha.

Faz muito tempo que não choro. Nem dou risada. Faz tempo que não sinto nada mesmo.

Não sinto frio. Não sei o que é calor. Pareço uma unidade morta em um universo que não conspira, nem a favor, nem contra. Aliás, será que eu realmente faço diferença?

Um dia um homem, morador de rua, esbarrou em mim. Olhou e não falou nada. Continuou andando. Nem pra um morador de rua eu sirvo mesmo.

Lembro que uma vez tentei ir pra TV. Quando cheguei na frente da câmera ouvi dizer que a tela tinha uns fantasmas estranhos.

Sempre imaginei com oera estar morto. Será que eu iria perceber? Será que iria ter contato com as pessoas?

Porque se a resposta fort sim, prefiro morar agora, do que ser ignorado como sempre…

Um comentário:

Ricardo "Uí" Matta disse...

acho que vc precisa de uma breja amigo!!

sabe o que nos faz se sentir mortos e ignorados e indiferentes??

a inação!!!

pense!!!


Contador Grátis