quinta-feira, 11 de agosto de 2011

O problema não é a seleção, é o brasileiro

O brasileiro ficou com um péssimo hábito de sempre querer ver show de bola. Isso vem de antes. De 58 até 70 a soberania verde e amarela, com jogadores eternos. Com meus 25 anos, peguei a fase de 94 até 2002, onde o Brasil ia pra final de tudo, dava show de bola.  Ainda peguei o trauma de 90. E parece que voltamos a ele.

Sério, seleção não está jogando bola alguma, mesmo tendo ótimos jogadores. Mano Menezes é um bom técnico para clubes, não para seleção. Luxemburgo também foi assim, não é nenhum desmérito isso. Mas o Brasil perdeu o encanto do futebol.

Dunga deve ter rido na Copa América. Foi tão chamado de burro por não ter levado Ganso e Neymar. E o Brasil continua jogando feio. Mas o brasileiro acostumou-se com o show de bola. Nem sempre jogarão bem, nem sempre vão acertar pênaltis - ok,errar todos é feio demais, falta de treino total - e com um técnico que tem sua experiência maior na segunda divisão.

Agora o brasileiro quer sempre estar por cima na bola. Se time vai perder e o mundo acaba. A seleção precisa sempre dar show de bola. Vamos abrir os olhos,voltamos a Era Dunga, desta vez por maldição e não pelo futebol da copa de 1990.

Mano não venceu um jogo com seleção de peso, que realmente faça alguma diferença. Um ano no comando e nada. É, e ainda xingavam o Dunga. Conformem-se, Uruguai Campeão 2014. Se for em cima do Brasil, Maracanã demolido!

Nenhum comentário:


Contador Grátis