quinta-feira, 27 de outubro de 2011

1º Encontro Mundial de Blogueiros

A partir de hje, a equipe do QUARTO PODER estará no Encontro Mundial de Blogueiros, em Foz do Iguaçu, o #BlogMundoFoz .

A Equipe fará toda a cobertura, batendo papos,ideias e trocando experiencias da blogosfera.

Como a equipe do Quarto Poder resume-se apenas a mim, Pedro Ferraz, não esperem tanta atualização mesmo.

sábado, 22 de outubro de 2011

Impressões Iguaçuensse

Não voltava a Foz do Iguaçu desde 2007. Como alguns sabem, em 1995 meu pai, logo ao se separar de minha mãe,mudou-se para Foz. Desde então, visitei a cidade não sei quantas vezes.

Agora pude conhecer um pouco mais de Foz. Cidade com um giro de turístas muito grande. Não existe temporada em Foz, o ano todo tem gente vindo pra cá. E muito,mas muito grindo... Mas nem é isso o que quero contar.

Estou na casa do meu pai, que fica na Vila A. Por aqui, é tudo muito tranquilo. Tem uma avenida aqui perto(não vou saber o nome gora) que tem um monte de trailers de lanches. E lanches tipo X-Salda por R$2,50, hahahah (morram de inveja paulistanos).

Fui comer em um lugar de ocmida Árabe. Bom,eu esperava algo como Habib´s da vida,mas era um restaurante árabe memso,com um chef árabe, e as comidas...sem palavras. Esfiha de verdade, e um trem de pão sírio que adorei,mas não vou saber o nome agora,kkk. Mas o trem bom de comer viu...

O lance de Foz é que, no restaurante japonês, o chef será um japonês mesmo. Ou seja,um tanto mais real. Pena que aqui não se tem uma pizza de verdade. Realmente,aqui nõ tem Pizza... Ai eu falo, "morro de inveja,Paulistanos"...

BETO RICHA PSDB- Reajuste de 100% para os apoiadores

Do blog Anais Políticos


Você pode dizer tudo do Governador tucano Beto Richa. Menos que ele não seja bonzinho com os amigos.

É sintomático. Ele emprega a esposa e o irmão em cargos altíssimos de seu governo. Nas pastas dos familiares, ele reúne quase 90% do orçamento do Estado. Ou seja, nada importante passa sem que alguém da familia saiba.

Sobre empregar parentes, ele nega o nepotismo. Diz que quando seu parente é rico, isso não tem importância (acredite, ele realmente disse isso).

Viaja em helicópteros de pessoas que ele "desconhece", porque é super bom moço. Certamente ninguém iria emprestar um helicóptero para mim ou para você, caro leitor. Mas o Governador tem a plena confiança de viajar numa arenonave sabe se lá de quem. Pena que esse helicóptero deu problemas em São Paulo e só por causa da pane é que ficamos sabendo que o dono do voador é um "desconhecido". Mas como Richa é super legal, ele mandou, educadamente, o repórter que perguntou o nome do dono, investigar e ver se ele descobre.

Beto também vende as "sucatas inservíveis", que são os aviões do Governo, para os mais chegados. Ora, elas não servem para nada mesmo, não é?

Porque é um pouco vaidoso, mandou censurar judicialmente as pesquisas de opinião sobre ele, na campanha do ano passado. Sabemos que não dá pra não desmanchar o penteado correndo riscos de ter divulgada uma imagem ruim perante o povo.

Ah, como é bom não esquecer de quem te apóia! E isso ele não esquece. Tanto que sepultou na casca a CPI dos pedágios porque ela poderia melar a extensão do acordo que dará poder às pedageiros de nos assaltar por mais dez anos, em troca de uma mísera redução na tarifa (o pedágio estadual custa dez vezes mais do que o federal).

A última notícia de bondade que ficamos sabendo é que ele vai aumentar o salário dos comissionados. Aquele povo que entra no Governo sem concurso e deve lealdade ao nomeador. E o reajuste? Ah, não vá pensando que é a miséria que ele autorizou para os professores, não (algo em torno de 3%).

O reajuste para os chegados da patota, pode alcançar quase cem por cento.

Cem por cento, amigos!

Não é muita camaradagem? Segundo o líder do Governo na Assembléia, é porque o salário deles estava defasado. Claro. O dos professores, dos policiais, dos médicos, está tudo super atualizado. Não há nada mais importante para se preocupar, realmente.

Quem não quer ter um amigo assim?

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

O hipócrita Fernando Henrique Cardoso


Todos sabem da luta de Fernando Henrique Cardoso pela descriminalização da maconha na sociedade brasileira. Desde seus tempos de “garoto juvenil “ ele batia nessa tecla... Ou seja, sempre foi um nóia dos grandes.

O problema é que, se pudermos recordar de seu mandato como xerife more do Brasil e da revista Veja, FHC não falou uma vírgula sobre a droga em seus oito anos de poderio. Pior, acabou com a secretaria Anti-Drogas que havia sido montada por Itamar Franco.

Depois que saiu da presidência, para continuar nos holofortes, (já que seu partido não consegue fazer nada a não ser enganar o povo imbecil de São Paulo) vem com um doc e volta à mídia falando sobre a droga.

Agora,eu me pergunto FHC, onde estava o sr. Quando era presidente e poderia discutir o caso? Vendendo o Brasil para os gringos ou realmente debatendo essa questão política? FHC,o príncipe da elite paulistana e o sonho de consumo dos tucanóides órfãos, correu quando esteve no poder. Covardia, blindagem e corrupção sempre foram as marcas do governo tucano.

Agora o PSDB que está tropeçando nas próprias pernas tenta envolve-lo novamente nas propagandas, tentando fazer uma imagem neo-liberal do ex-presidente e ainda quer colocar o demente como sociólogo pensador.
Só faltam pedir um Nobel

Nota- melhor não dar ideia, vimos o que aconteceu com Merval Pereira

João Dias: fonte da Veja é assassino?

Por Altamiro Borges

A revista Veja e seus “calunistas” amestrados, com o seu jornalismo de esgoto, podem ter entrado em outra fria. No episódio da tentativa de invasão do apartamento do dirigente petista José Dirceu num hotel de Brasília, a ação mafiosa foi desbaratada e virou caso de Polícia, que concluiu seu inquérito. O ex-ministro já anunciou que processará a revista e o repórter criminoso.



Já no episódio do linchamento público do ministro Orlando Silva, a principal fonte da Veja se enrola a cada dia que passa. Agora, surge a denúncia de que o João Dias teria assassinado um policial que investigava suas maracutaias. A informação bombástica foi publicada no final da noite desta quinta-feira (20) no sítio Brasil-247 – que nem morre de amores pelo ministro Orlando Silva:

*****

Pivô da crise nos esportes está ligado a assassinato

Dois anos atrás, em outubro de 2009, um policial foi assassinado em Brasília. Luiz Carlos Ferreira Soares, que tinha o apelido de Clark, foi encontrado morto num Renault Clio, com um tiro no peito e a cabeça virada para trás. Sem explicações para a morte, a polícia civil do Distrito Federal fechou a investigação concluindo pela hipótese de latrocínio.

Um detalhe no corpo de Clark chamou a atenção dos investigadores, mas jamais foi investigado a fundo. O policial tinha o pulso quebrado. De acordo com uma testemunha, Michael Vieira da Silva, Clark havia sido vítima do policial João Dias, mestre em artes marciais e também na técnica relacionada à quebra do pulso – o que pode levar à morte.

O motivo: Clark investigava as fraudes no Ministério dos Esportes e o policial João Dias, que recebeu R$ 2 milhões do governo para a sua ONG, era um dos alvos. A Operação da qual Clark participava se chamava Kung-Fu. Tempos depois, ela foi rebatizada como Shaolin e acabou levando João Dias à prisão...

*****

A mídia investigará o assassinato?

João Dias, principal fonte da inescrupulosa revista Veja, é alvo do inquérito 47406, da Polícia Federal. Ele é acusado por lavagem de dinheiro, apropriação indébita e formação de quadrilha. Ele desviou mais de R$ 2 milhões do Ministério do Esporte. Usou parte desta grana para comprar uma mansão de luxo em Sobradinho, carros importados e duas academias de ginástica.

Por isso, foi penalizado pelo Ministério, que exigiu ressarcimento dos recursos aos cofres públicos. Desesperado, ele partiu para a vingança e chantagem. A Veja deu guarita ao criminoso. Agora, surge a denúncia de que ele participou de um assassinato. Será que a revista investigará o caso? Será que Fantástico, da TV Globo, reconhecerá de deu espaço para uma pessoa acusada de homicídio?

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Quarto Poder na TV

Foi uma surpresa pra mim. Vi em meu twitter que o Michael Rosa havia linkado um post que tinha meu blog.

A TV-PT deu uma garimpada e selecionou alguns(poucos, eu falo) blogs que apoiam o partido ou são de extrema militância. Bom, eu sou um apoiador, não militante. Comecei em Marília, nas eleições com medo do coiso ganhar, já que em SP a população consegue ser cada eleição mais imbecil.

Como eu sempre falei, em Marília descobri meu lado PTista, afinal sou do Pró Uni e, depois do governo Lula é que minha mãe teve condições para ter uma casa própria. Sendo aluno de escola estadual em São Paulo, o maior ninho da elite tucana e os mesmos idiotas eleitores que elegeram Tiririca, sofri na pele os problemas da educação. Salas lotadas, professores(alguns) despreparados e alunos sendo aprovados automaticamente.

Com a criação do Pro Uni, poder cursar uma universidade é uma ponta de esperança para jovens que estudaram em escola pública afinal, quem faz faculdade pública é a classe mais alta(Segundo pesquisa do MEC, aproximadamente 92% dos alunos das faculdades públicas são de classes A e B). Uma faculdade particular, ao menos de jornalismo não sai por menos de R$600 por mês. Em São Paulo, um aluno de escola pública apenas com o segundo grau NUNCA conseguirá um emprego que vai lhe pagar mais que isso, tendo que ajudar em casa, conduções e derivados. O Pro Uni é uma esperança para nós.

Enfim, voltando ao assunto, a TV-PT deu um grande espaço para um pequeno blog. Grande pelo tamanho e pela dimensão que esse que vos escreve tem noção. Não sou de atualizar todos os dias como O Esquerdopata e meus conteúdos não são tão aprofundados como o blog Entre o Girassol e o Espelho da Dani Bueno. Mas é bom demais saber que tem gente que lê e gosta desse baguio aqui.

Segue o vídeo ai.


domingo, 16 de outubro de 2011

Brasil lidera ranking de combate à fome pela 3ª vez

Agência Brasil

O Brasil lidera pela terceira vez o levantamento da organização não governamental (ONG) ActionAid, divulgado nesta segunda-feira, que lista os países que mais combatem a fome. Desta vez, o anúncio de mais investimentos para a agricultura familiar levou o Brasil ao topo do ranking.

O relatório lista resultados do Programa Fome Zero, que, segundo dados levantados, levou à redução da desnutrição infantil em 73% entre 2002 e 2008, e elogia a inclusão do direito à alimentação na Constituição Federal em fevereiro de 2010.

A iniciativa mais recente do País no combate à insegurança alimentar, segundo a ONG, foi o anúncio de R$ 16 bilhões para o Plano Safra da Agricultura Familiar 2011/2012, para investimentos na produção de alimentos, geração de renda no campo e organização econômica de agricultores familiares, assentados da reforma agrária e povos e comunidades tradicionais.

Apesar dos bons resultados, segundo a ActionAid, o Brasil precisa avançar na distribuição de terras, uma das mais desiguais do mundo. De acordo com o relatório, 56% da terra agricultável estão nas mãos de 3,5% dos proprietários rurais. Os 40% mais pobres têm apenas 1% dessas terras.

"O País precisa resolver a profunda desigualdade no acesso à terra e assegurar que os novos processos de crescimento não gerem novas exclusões por meio do deslocamento das populações. E ainda há 16 milhões de pessoas em situação de extrema pobreza, altamente vulneráveis à fome. Essas pessoas são profundamente excluídas, são necessárias políticas públicas muito específicas e desenhadas para esse grupo", avaliou o coordenador executivo da ActionAid Brasil, Adriano Campolina.

Segundo ele, pode ser compartilhada com outros países a experiência brasileira em iniciativas de transferência de renda e políticas de proteção social e segurança alimentar, como os programas de merenda escolar e de construção de cisternas em regiões semiáridas.

Foi em qual lugar?


Isso aconteceu de verdade, em uma rádio da capital...
A brincadeira era a seguinte. A rádio ligava para o marido, fazia três perguntas e depois para a esposa. Se as respostas forem as mesmas, ganhariam um ano de supermercado. E lá foi a ligação.
- Bom dia ouvinte, estamos aqui ao vivo para começarmos a nossa brincadeira. Estou ao telefone com o Sr. Márcio. Olá Márcio, como vai?
- Bom dia Renato. Estou bem.
- O Sr conhece as regras do jogo, certo?
- Certo.
Então vamos lá. Sem demoras, começamos. Pergunta número um. Qual foi a última vez que o sr.  e sua esposa fizeram sexo?
- Bem...Foi  hoje pela manhã.
-Olha lá em, está tudo fresco na memória, então as chances de perder são pequenas. Vamos para a segunda pergunta. Quanto tempo durou?
- Bom, não sou de ficar contando tempo, mas creio que foram uns sete ou 10 minutos.
- Olha, difícil homem admitir isso em. Vamos ver o que sua esposa comenta depois. Mas antes disso, terceira pergunta. Foi em qual lugar?
-  Foi na mesa da cozinha.
- Ok,ok. As três perguntas respondidas. Vamos agora ligar para sua esposa em. Se baterem as respostas, um ano de supermercado para vocês.
O telefone da esposa toca.
- Alô
- Alô, dona Claudia?
- Isso
-Aqui quem fala é Renato da Rádio JP. Estramos com seu marido na outra linha e vocês estão participando de nossa brincadeira de casais.
- Como assim?
Marido fala rapidamente.
- Oi amor, sou eu.
- Márcio, o que está acontecendo?
-Calma ai, só responde tudo a verdade ok?
- Márcio, me explica isso.
Locutor
-Eu explico Cláudia. A nossa brincadeira é a seguinte. Fizemos três perguntas ao seu marido, perguntas sobre a relação de vocês. Faremos as mesmas perguntas para a senhora. Caso as respostas sejam iguais, iremos dar para vocês um ano de supermercado. Entendeu?
-Entendi. Ai Márcio, você me mete em cada roubada.
- Ok dona Cláudia, vamos começar a brincadeira. Pergunta número um. Qual foi a última vez que fizeram sexo?
- Márcio, você contou isso?
- Amor,só responda a verdade, vamos lá.
- Ai,tá bom. Foi hoje pela manhã,antes dele ir ao trabalho.
-Olha só, primeira pergunta já teve a mesma resposta para os dois. Vamos na torcida pessoal. Pergunta número dois. Quanto tempo durou?
- Um... uns 15 minutos.
 - Bom, tentando salvar a pele de seu marido em. Não foi a mesma resposta mas iremos  aceitar essa,afinal ninguém fica contando os minutos nessa hora,certo?
-Ai meu Deus...
-Pergunta número três...A final em, resposta fácil. Onde foi?
- Márcio você falou isso também?
-Querida, um ano de supermercado, só falar a verdade que a gente leva.
- Ai meu Deus, só você mesmo. Tá bom, foi no cu.
Silêncio na rádio. O marido não respira, a mulher não entende.
- Alô? Alô? Márcio, você está ai?
Locutor retira o casal do ar.
- Em virtude a resposta, julgamos que sim,o casal merece ganhar um ano de supermercado grátis.

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

A hipocrisia da Secretaria de Política para Mulheres

Nunca fui contra o movimento feminista. Pelo contrário, cresci com mãe e irmã em casa, meu pai mudou-se para Foz do Iguaçu quando eu tinha nove anos, portanto cresci em um ambiente mais feminino.  Via lutas na escola de algumas meninas que queriam apenas jogar futebol e as professoras não deixavam. Cresci num meio um tanto feminista e, até hoje, apoio bem esse lado.

A questão agora é outra. Uma grande hipocrisia está sendo feita em relação a um comercial que está sendo veiculado nas televisões.  O comercial mostra a modelo brasileira Gisele Büdchen mostrando diferentes formas de dar alguma notícia. Jeito errado ela toda vestida e a maneira certa, segundo o comercial, é ela falar de lingerie, de forma mais sensual. A campanha publicitária é da marca Hope e está sendo veiculada desde o dia 20.

Para a Secretaria de Política das Mulheres do Governo Federal considerou que o comercial deixa a ilusão da mulher objeto, principalmente na frase que Gisele diz “Você é brasileira, use seu charme para conquistar as coisas”.  Para a secretaria, a frase é um tanto machista.

Mas sempre achei incrível que nunca reclamaram, por exemplo, de uma mulata, dançando nua, apenas com o corpo pintado, durante o intervalo de filme a tarde durante o carnaval. Por que não tentar tirar a Globeleza do ar? E não é apenas isso.

Vários comercial passam a imagem da esposa dona de casa. Não se vê propagandas de detergentes com homens,ou então de um poderoso desinfetante. Todos devem se lembrar que a criança fala pra a mãe que quer fazer coco na casa do Pedrinho porque lá tem um spray que deixa o banheiro cheiroso. Mas isso é desde antes.

Procuremos propaganda de brinquedos. Para meninos, carrinhos incríveis, bonecos que fazem tudo, jogos fantástico para brincar com os amigos. Já repararam nos brinquedos de menina? Nada mais é que um treino para ser dona de casa. Brincar de fazer comidinha, casinha, cuidar do neném, ou então aquela boneca famosa que sempre vai ao shopping torrar grana.

Vendo isso, percebo que a questão não é uma Gisele de calcinha e sutiã falando pro marido que bateu o carro. O problema é a hipocrisia, que vê apenas o final, e não a raiz das coisas. As meninas já crescem com os brinquedos para serem donas de casa, para tratar os maridos como reis, enquanto elas ficam no fogão, brincam de dar banho na criança... Adianta reclamar do final sendo que o começo está errado?
Portanto, comecem a reclamar, minhas caras radicais da política para mulheres, de mães que compram fogãozinho pra suas filhas, bonequinhas pra brincar de ser mãe, ou vassourinha pra brincar em casa. É fácil demais ver o problema mas não a raiz do mesmo.


Contador Grátis