segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Veja consegue piorar sua imagem



Depois do grampo sem áudio, a Veja inovou...não, eu diria REVOLUCIONOU a maneira de fazer jornalismo. Agora ela vem com a novidade da entrevista sem entrevistado. Agora, ela conseguiu demonstrar que é uma revista apenas para direititas ignorantes ecoarem o que saem nas páginas.

Com a “bombástica” entrevista de Marcos Valério, a Veja admite que baseou-se em declarações de terceiros para produzir a capa. Logo que ficou sabendo da capa, Valério através da sua equipe de assessoria, desmentiu a tal entrevista a Veja. “Marcos Valério não dá entrevista a mídia desde 2005”, afirmou em nota oficial.

O desespero da Veja é grande. Desde o início do golpe do Mensalão, ela tenta de qualquer maneira envolver o nome de Lula, mas nunca consegue. E isso deve deixar a Abril triste, pois ela, acostumada a manipular todos, viu que de 2000 pra cá perdeu a credibilidade, e tenta de todas as maneiras destruir o governo PTista, joga baixo e sujo.

Jogando baixo e sujo porque, depois da prisão de Cachoeira, a revista não consegue nenhuma matéria “bombástica” para produzir para seus leitores. O envolvimento de Policarpo Jr, diretor de redação da revista, não foi declarado nem uma linha. Omissão de informação. Mas o que a tal revista (da) marginal faz é um jornalixo, colocando em dúvida a sanidade mental dos leitores da Abril.

Depois do grampo sem áudio, a ficha falsa de Dilma, a tentativa de invasão ao quarto de José Dirceu( e na capa,especulações sobre o que ele estava fazendo ali,tudo sem uma única prova), a entrevista sem entrevistado ganha de goleada dos maiores lixos produzidos pela imprensa brasileira.

Essa “denúncia” e Veja contra Lula nada mais é do que tática eleitoral. Eles viram que Serra está cada vez mais afundado nas pesquisas, vendo Lula voltando aos palanques e tendo de volta a força que sempre teve e, claro, a sua influência no eleitorado mais humilde.

Agora ficamos em dúvida qual será a próxima tentativa de golpe. Afinal,já foram omissos no caso Cachoeira, no caso de Demóstenes Torres, cassado por corrupção ativa, tentaram defender como paladino da ética. Agora cabe o leitor saber filtrar o que lê. Porque leitor da Veja,hoje, está tão pra baixo quanto o Palmeiras. 

Nenhum comentário:


Contador Grátis